RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioVarejoSérie Estudo Tributário: quanto o segmento atacadista paga de imposto?

Série Estudo Tributário: quanto o segmento atacadista paga de imposto?

A grande variedade de transações financeiras e de tributos cobrados no segmento atacadista torna mais complexa a tarefa de lidar com as responsabilidades fiscais e administrativas do setor. Uma boa gestão financeira e um planejamento tributário adequado garantem o cumprimento das obrigações fiscais e a construção de uma logística orçamentária eficiente.

Você sabe o quais são os impostos cobrados do segmento atacadista? E o quanto é possível economizar com um bom planejamento tributário? A seguir, você encontrará informações sobre o assunto e dicas para evitar gastos desnecessários.

Conheça o Estudo Tributário realizado pelo Grupo Studio

A diretoria do Grupo Studio fez um estudo tributário com uma tabela de créditos fiscais recuperados durante o ano, para que possamos ter uma ideia de quanto foi possível recuperar em impostos em cada setor entre 2013 e 2019. A seguir, mostramos os resultados obtidos no setor atacadista.

De acordo com o levantamento, a Studio Fiscal, que trabalha com empresas do Lucro Real e do Lucro Presumido, atendeu cerca de 181 clientes do comércio atacadista nesse período, obtendo um valor médio de recuperação de impostos de R$ 576.613.73. O valor total de créditos recuperados nesse período foi de R$ 104.367,084.67.

Já a E-Fiscal, que trabalha com empresas do Simples Nacional, atendeu a cerca de 44 clientes do comércio em geral entre 2013 e 2019 e obteve um valor médio de recuperação de impostos de R$ R$29.835.84. O valor total de créditos recuperados foi de R$ R$1.312.776.78.

Veja como funcionam as atividades do setor atacadista

A venda por atacado consiste na comercialização de grandes quantidades de determinados produtos, principalmente direcionados para a revenda. Geralmente, o segmento atacadista tem por função de intermediar o processo de compra e venda entre fabricantes e varejistas. Portanto, o atacado não pode vender produtos para pessoa física e sem a emissão de nota fiscal – isso é possível apenas se o comércio é feito apenas em pequenas quantidades.

O atacado também é responsável por separar, embalar e distribuir os lotes de produtos, definindo a quantidade de cada lote, de acordo com a demanda. Uma empresa atacadista vende produtos para suprir estoques de varejistas, bem como para consumidores variados, como micro e pequenas empresas. Portanto, a compra de produtos por atacado sai a preços mais baixos, devido à característica de ligação entre fabricantes e o consumidor final.

Porém, as atividades comerciais no setor atacadista são demasiadamente complexas. Esse segmento é um dos que mais sofrem com a alta carga tributária e a complexidade da legislação no Brasil. Devido aos altos custos e à burocracia, as empresas têm que replanejar as suas estratégias constantemente.

Para arcar com os tributos exige do administrador um vasto conhecimento, muitas vezes além de sua capacidade. Optar pelos serviços de uma assessoria contábil permite uma qualificação das práticas tributárias e orçamentárias, viabilizando as atividades exercidas pela companhia e auxiliando o seu crescimento.

Esse suporte assegura o cumprimento de todas as demais regras fiscais, em qualquer lugar que a prática comercial seja desenvolvida e a repercussão que ela possa ter em uma relação de comércio.

 A assessoria contábil tem ainda algumas funções específicas, que são cruciais para a prática do comércio no atacado. Entre essas funcionalidades, está a de observância da legislação em função da localização, pois a atividade comercial envolve relações entre vários estados e exige a adequação à lei de cada localidade. Desse modo, ela garante a correta emissão das notas fiscais, evitando eventuais problemas com o Fisco.

Saiba a importância do planejamento tributário

O planejamento tributário tem como objetivo reduzir o número de tributos pagos pelas empresas. Ele envolve o gerenciamento dos pagamentos de tributos de determinado negócio, bem como a realização de um estudo para analisar toda a área administrativa.

Embora pareça uma tarefa simples, realizar um bom planejamento tributário é uma tarefa bem extensa e complexa, uma vez que todos os dados financeiros da empresa devem ser levados em consideração. Com um planejamento adequado, torna-se possível o controle e a gestão das obrigações fiscais e administrativas, garantindo o seu cumprimento e otimizando a administração dos recursos das empresas.

Pesquisa do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) aponta que existem em vigor no Brasil cerca de 97 obrigações acessórias (documentos, registros e declarações que são enviados ao Fisco). Como resultado, o comércio tem dificuldade de acompanhar a cobrança desses tributos. As empresas gastam cerca de R$ 60 bilhões por ano para manter pessoal e sistemas para acompanhar as modificações da legislação.

Não existem grandes diferenças entre o regime tributário que incide sobre o atacado e o varejo. A principal diferença está na pequena margem de lucro do varejo e na concentração da tributação sobre a receita bruta. O recolhimento antecipado de PIS/Cofins (monofásico) e ICMS compromete o fluxo de caixa e dificulta as operações do varejo.

Além disso, a atividade de comércio atacadista geralmente tem prejuízos no Simples Nacional devido à limitação nas transferências dos créditos tributários.

E fique atento: em muitos casos, o ICMS é recolhido uma única vez pelo chamado contribuinte substituto. Ele é pago no início da circulação de mercadoria por toda a cadeia de atividades econômica, até o produtor final. Isso quer dizer que o responsável por recolher o imposto é o fabricante, e não o atacadista ou varejista. Por isso, no caso de mercadorias que sofrem substituição tributária do ICMS, você não precisa recolher esse tributo.

Conte com a ajuda de profissionais especializados

Diante da complexidade de impostos pagos pelo setor atacadista, é preciso ter muita atenção com os tributos e contar com o auxílio de profissionais especializados na área. Desse modo, fica mais fácil calcular quanto se paga de imposto, planejar gastos com contabilidade e documentação e evitar cobranças desnecessárias.

A Studio Fiscal oferece serviços que possibilitam às empresas deixar de pagar impostos indevidos e otimizar o seu fluxo de caixa, trazendo benefícios para a esfera administrativa, fiscal e de planejamento tributário e auxiliando no trabalho dos contadores.

A execução dos serviços contábeis são segmentados de acordo com a competência, de modo que cada equipe de auditores fica encarregada com atribuições específicas, dependendo do assunto a ser tratado. Essa divisão garante a qualidade dos serviços prestados e resultados mais satisfatórios.

Toda a atividade exercida pelo time de contadores será auditada por uma equipe específica, para fins de validação do trabalho realizado. Você atua no setor atacadista e deseja elaborar um planejamento tributário eficiente para o seu negócio? Entre em contato conosco e conheça os diferenciais da Grupo Studio.

Você gostou desse artigo? Entendeu como funcionam os tributos no setor atacadista? Para esclarecer quaisquer dúvidas, fale com os nossos consultores!


SUGESTÃO DE ARTIGOS

Entenda alguns conceitos tributários importantes

Como fazer planejamento tributário para o setor atacadista?

Como funciona a Revisão Tributária para empresas do Simples Nacional

SUGESTÃO DE VÍDEOS

Planejamento Tributário para empresas do Simples

Teses Tributárias para supermercados e varejistas

Quais os riscos e benefícios de uma revisão tributária?


Redação Grupo Studio