RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalO Imposto de Renda sobre pessoa física deveria aumentar?

O Imposto de Renda sobre pessoa física deveria aumentar?

Uma discussão levantada pelo colunista do jornal Gazeta do Povo, Pedro Menezes, sugere um ajuste impopular, mas talvez possível, para o sistema tributário. De acordo com o colunista, também fundador do instituto Mercado Popular, uma união de três ações poderia reajustar o sistema nacional:

  • Redução radical dos impostos sobre bens e serviços;
  • Redução nos tributos sobre folha de pagamentos;
  • Aumento do Imposto de Renda para pessoas físicas.

Desde o fim dos anos 1990, a carga tributária do Brasil é estável, pouco acima dos 30% do PIB. Nos últimos anos, até caiu, com a queda da CPMF em 2007 e das desonerações durante o governo Dilma Rousseff. Porém, se formos comparar a carga brasileira com a de países não-europeus da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Brasil fica muito à frente. Caso incluísse países como China e Índia, a lista colocaria o Brasil ainda mais abaixo.

Analisando os dados da OCDE mais à fundo, Menezes conclui que o Brasil cobra mais impostos sobre bens e serviços e menos sobre renda, lucro e ganhos de capital, o que agrava a desigualdade. O autor lembra ainda do Doing Business, do Banco Mundial, para alertar sobre a alta cobrança de pessoas jurídicas e a alta incidência de impostos sobre salários.

Fonte: Gazeta do Povo


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio