RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalComo o diagnóstico de maturidade pode ajudar a sua empresa?

Como o diagnóstico de maturidade pode ajudar a sua empresa?

Quando pensamos no crescimento de uma empresa, os parâmetros que usamos para avaliar se ela está evoluindo ou não são bastante claros (a exemplo de faturamento e lucratividade). No entanto, esses indicadores não servem para verificar a evolução da gestão, que é fundamental para melhorar o desempenho do negócio como um todo. Nesse caso, é preciso adotar o diagnóstico de maturidade.

A maturidade representa o aprimoramento dos processos gerenciais. Uma empresa atinge um alto nível de amadurecimento quando esses processos estão alinhados ao planejamento estratégico. Isso quer dizer que o controle sobre as atividades empresariais é satisfatório e gera resultados financeiros para o negócio.

O crescimento, portanto, depende da maturidade da gestão. Neste artigo, vamos explicar melhor como fazer esse diagnóstico. Confira!

O que é o diagnóstico de maturidade e qual sua importância?

Geralmente, as operações de uma empresa começam de forma muito simples. É uma fase em que o modelo de negócios está sendo colocado em prática e aprimorado. São essas melhorias contínuas que levam à evolução dos processos gerenciais, fundamentais para o crescimento do negócio.

Os processos gerenciais aprimoram controles sobre as atividades empresariais, favorecendo o planejamento e a obtenção de resultados. No estágio inicial do negócio, é comum que esses processos não estejam formalmente instituídos. Com o tempo, eles ganham importância e passam a ser aplicados com mais rigor e qualidade.

Quanto mais a empresa avança na evolução dos processos gerenciais, maior é o seu grau de maturidade. Mas como saber em qual estágio sua empresa está? A resposta é simples: pelo diagnóstico de maturidade, que nada mais é do que a avaliação sobre a execução dos processos.

Quais são os níveis de maturidade?

Antes de explicar como fazer o diagnóstico de maturidade, é importante entender quais são os níveis de amadurecimento e suas características. Elaboramos uma tabela com essas informações. Veja!

Nível de maturidade Pontuação Características
Nível 10% a 20%Os processos gerenciais são inexistentes.
Nível 220,1% a 40%Existem apenas rotinas estabelecidas.
Nível 340,1% a 60%Os processos gerenciais estão instituídos, mas de forma precária.
Nível 460,1% a 80%Os processos gerenciais são coordenados e alinhados ao planejamento.
Nível 580,1% a 100%Os processos fazem parte da rotina da empresa. São avaliados e melhorados continuamente.

​Como é feito o diagnóstico de maturidade?

Vale ressaltar que não existe uma fórmula pronta e aplicável para todas as empresas. Cada uma deve definir seu próprio modelo de análise. Entretanto, há alguns passos principais para realizar o diagnóstico de maturidade, como os que sugerimos a seguir.

1. Defina processos a serem avaliados

Os processos gerenciais são desenvolvidos em diferentes áreas da empresa. Para iniciar o diagnóstico, é preciso saber quais setores serão avaliados, por exemplo: processos gerenciais financeiros, administrativos, de marketing etc.

2. Monte o questionário de avaliação

A avaliação consiste na aplicação de um questionário que permita identificar o nível de execução dos processos. As perguntas devem ser claras e as respostas, padronizadas. Confira, a seguir, um exemplo na área de Operações!

Pergunta: Existem controles de qualidade aplicados às operações?

Peso: 2

Respostas possíveis:

( ) Não – Nota 1

( ) Sim, em implantação – Nota 2

( ) Sim, já são aplicados aos processos – Nota 3

( ) Sim, são aplicados aos processos, avaliados e melhorados continuamente – Nota 4

3. Defina pesos para perguntas e notas para respostas

Quanto às perguntas, pode-se definir peso 1 e 2, de acordo com a importância do tema. Já as respostas podem ser pontuadas entre 1 e 4, caso o parâmetro seja o que sugerimos anteriormente.

Calcule qual é a pontuação total a ser obtida, considerando todas as perguntas, pesos e notas máximas. A partir disso, basta responder o questionário, calculando os percentuais obtidos. Após organizar o processo, defina períodos para fazer a análise — a cada 6 meses, por exemplo.

Como vimos, o diagnóstico de maturidade serve também para planejar o futuro da empresa, traçando os degraus que ela precisa subir para alcançar os objetivos propostos.

Agora que você já sabe como fazer o diagnóstico de maturidade, continue no nosso blog e saiba como o planejamento tributário pode reduzir impostos empresariais.


Jose Carlos Braga e Monteiro

Detentor das empresas Studio Fiscal, Studio Law, Studio Brokers e E-Fiscal, o Grupo Studio apresenta serviços corporativos inteligentes com uma expertise de mais de 18 anos. Presente em todo o território nacional através de seus franqueados e aliançados, o Grupo apresenta uma grande sinergia quanto aos seus modelos de negócio.