RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio EnergyEmissões de gás carbônico podem ser reduzidas em 50% até 2040, diz empresa de energia

Emissões de gás carbônico podem ser reduzidas em 50% até 2040, diz empresa de energia

Durante a abertura do seu evento Innovation Summit, em Barcelona, na Espanha, a empresa Schneider Electric defendeu que a emissão de gás carbônico pode ser reduzida em 50% caso medidas de eficiência energética ligadas à digitalização sejam adotadas, além de um movimentação em direção à eletrificação e à descarbonização.

“Nós estamos passando por uma mudança tectônica atualmente em direção a eletrificação e a digitalização, permitindo um novo paradigma em sustentabilidade”, afirmou Jean-Pascal Tricoire, CEO da Schneider Electric.

Em sua fala, o executivo apontou que 20% do consumo de energia vem da eletricidade, e a expectativa é chegar a 40%. Pelo menos dois terços da energia consumida no mundo é de responsabilidade de edificações, datacenters, infraestrutura e indústria.

A empresa anunciou que deixará de usar o gás SF6 para isolamento de equipamentos elétricos e passará a usar métodos de isolamento a ar. Na área de datacenters, a empresa se associou a startup Iceotope para resfriamento por líquidos, o que pode aumentar a eficiência energética dos equipamentos.

A expectativa da empresa é ser carbono neutro em 2030 e, até 2050, chegar ao nível de emissão zero. “Estamos trabalhando para atingir as metas de carbono neutro. Temos que ter todos os prédios inteligentes, nossas plantas dentro do conceito de indústria 4.0. Como produzimos parte da tecnologia necessária, provavelmente, teremos um custo menor”, disse Emmanuel Babeau, diretor financeiro da Schneider Eletric.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio