RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio EnergyPasso a passo da geração de energia distribuída para fonte solar

Passo a passo da geração de energia distribuída para fonte solar

Este material descreve o passo a passo de uma aquisição de sistema de geração própria, conforme as regras da geração distribuída (RN 482/2012) no Brasil. “Geração distribuída” nada mais é do que a distribuição entre os consumidores da atividade de geração de energia. O acrônimo para caracterizar os consumidores que também produzem a própria energia é prosumidor, junção de “produtor” e “consumidor”.

Passo a passo da geração de energia distribuída para fonte solar

Passo a passo:

  1. Análise inicial das contas de luz para apuração do padrão de consumo do cliente e definição do consumo médio – prazo: imediato;
  2. Visita técnica para avaliação das condições de instalação da unidade consumidora – se o local onde serão instalados os painéis fotovoltaicos oferece segurança elétrica, física e mecânica, bem como se possui as dimensões e características adequadas (sem ponto de sombreamento, por exemplo) – prazo: em até 72 horas após agendamento;
  3. Elaboração de proposta detalhada, contendo as informações de consumo histórico, necessidade de geração, eventuais necessidades de adequações no local que irá receber a instalação, preço final do projeto instalado, condições de pagamento, resultado financeiro projetado e tempo de retorno do investimento – prazo: em até 5 dias úteis após visita técnica;
  4. Uma vez contratada a solução Energy GD, que prevê a aquisição de um sistema para geração própria de energia, duas etapas ocorrem simultaneamente:

– A aquisição dos equipamentos que compõem a estrutura de geração (módulos solares, inversores, cabos de conexão, stringbox, estruturas de fixação) – prazo: em até 5 dias úteis após a contratação, com entrega na sede do cliente em até 30 dias após o pagamento dos equipamentos;

– A elaboração do projeto executivo elétrico, documento que deve ser confeccionado por um engenheiro eletricista especializado e precisa ser apresentado à concessionária pois é pré-requisito para a instalação de um sistema de geração “on grid” (conectado à rede de distribuição de energia elétrica) – prazo: até 10 dias úteis para projetos de microgeração (potência de até 75 kWp) e até 20 dias úteis para projetos de minigeração (acima de 75 kWp até 5 MWp);

  1. Quando o projeto executivo elétrico estiver pronto, ele é juntado com outros documentos básicos do cliente como cópia da conta de luz, cartão CNPJ, RG e CPF, e é feita a Solicitação de Acesso junto à concessionária de energia do cliente para avaliação e posterior autorização para instalação – prazo: até 30 dias para projetos de microgeração e até 60 dias para projetos de minigeração;
  2. Quando o projeto estiver aprovado pela concessionária iniciamos a etapa de instalação do sistema de geração solar fotovoltaico, de acordo com o projeto executivo elétrico. A contar da aprovação o prazo legal é de 120 dias para concluir esta fase (se extrapolado este prazo será necessário reiniciar o processo com nova Solicitação de Acesso) – prazo: variável dependendo do porte da usina, mas em média são até 3 dias de preparação e posteriormente são instalados em média até de 10 módulos por dia por técnico instalador no canteiro de obras;
  3. Finalizada a etapa de instalação é solicitada à concessionária a vistoria da obra executada para construção da usina de geração de energia – prazo: até 7 dias úteis após a solicitação de vistoria. Caso a concessionária aponte a necessidade de se fazer algum ajuste na instalação em função de discrepância da obra em relação ao projeto, há um prazo de 14 dias para a correção. Se isso acontecer será preciso solicitar uma nova vistoria, que irá ocorrer mais uma vez em até 7 dias após a data da solicitação;
  4. Aprovada a obra em vistoria, a concessionária fará a troca do medidor de energia, retirando o medidor unidirecional e o substituindo por um medidor bidirecional, que irá registrar tanto a energia que entra na unidade consumidora quanto a que é injetada na rede de distribuição – prazo: até 7 dias úteis após a aprovação da obra em vistoria;

Pronto! Após a troca do medidor a unidade consumidora está autorizada a gerar e consumir a própria energia!


Redação Grupo Studio