RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio EnergyEnergia fica 14% mais cara no mercado à vista

Energia fica 14% mais cara no mercado à vista

O preço médio da energia aumentou 14% no mercado à vista para a semana entre 5 e 11 de outubro de 2019, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) na noite de sexta-feira (4). O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) foi fixado em R$ 270,84/MWh para todos os submercados. A frustração da expectativa de afluências é uma das explicações para a alta.

A expectativa de afluências está em 52% da média histórica para outubro no Sistema Interligado Nacional (SIN), chegando a níveis abaixo da média em todos os submercados. Expectativa de afluências por região:

  • Sudeste: 63%;
  • Sul: 37%;
  • Nordeste: 33%;
  • Norte: 59%.

Para a próxima semana, a carga de energia prevista do SIN é de 1.513 MW médios mais baixa do que na previsão anterior, com queda no Sudeste/Centro-Oeste (- 1.220 MWmédios) e no Nordeste (- 293 MWmédios).

Os reservatórios do SIN estão 191 MW médios mais cheios do que o esperado, com níveis maiores para os submercados Sul (+288 MWmédios) e o Norte (+155 MWmédios), mas com níveis reduzidos no Sudeste (-205 MWmédios) e no Norte (-47 MWmédios).

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) para o mês de outubro de 2019 passou de 61,8% para 60,4%. O Encargo de Serviço do Sistema (ESS) previsto para outubro está em R$ 1,7 milhões, referente às restrições operativas.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio