RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio EnergyCCEE e Ministério de Minas e Energia investem na modernização do setor elétrico

CCEE e Ministério de Minas e Energia investem na modernização do setor elétrico

Conforme publicado no Diário Oficial da União, o Ministério de Minas e Energia (MME) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) fecharam um acordo que conta com o investimento de 33,6 milhões de reais para a realização de estudos e pesquisas no segmento de energia elétrica do Brasil, área que tem atraído investidores.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o convênio tem planos para realizar quatro projetos, que envolvem estudos, consultorias e trabalhos técnicos que serão voltados a aumentar a capacidade de monitoramento e domínio na área de energia elétrica do Brasil. Assim, estes serviços acontecerão através do chamado Projeto Meta.

Nesse sentido, de acordo com a matéria de Wilian Miron para o veículo de notícias virtual Broadcast, o Projeto Meta ocorre com dependência de um empréstimo do Ministério de Minas e Energia com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), com valor total equivalente a US$ 38 milhões em investimentos. Essa iniciativa reforça a função de coordenação do Ministério de Minas e Energia, levando em consideração que os participantes, como a CCEE, não desembolsam contrapartidas financeiras e operam em união com o MME para que o projeto de energia elétrica ocorra com o sucesso esperado em todo o Brasil.

Além disso, o Projeto tem como objetivo contribuir para expandir e consolidar inovações nos setores de energia elétrica e mineração, dando incentivo à competitividade e desenvolvimento econômico sustentável do Brasil, bem como à modernização institucional desses segmentos.

Dênis Soares, o coordenador do projeto, enfatiza os benefícios do convênio para a área de energia. Segundo o coordenador, os estudos do projeto irão promover a tecnologia nos Sistemas de Contabilização e Liquidação do Setor Elétrico Brasileiro, assim como a avaliação acerca da formação de valor de energia elétrica de curto prazo.

Por fim, o Ministério de Minas e Energia tem intenção de, através da união com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, criar aplicativos e softwares que ampliem o desempenho e incorporem os sistemas de energia elétrica. Além disso, estima-se também a implementação de um simulador de cálculos e análises acerca do funcionamento dos procedimentos de formação de valores das contas de luz do Brasil.

Clique aqui e seja um franqueado de sucesso!

Conheça a Studio Energy:

 



Redação Grupo Studio