RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio EnergyLactec abre laboratório de cyber security para o setor elétrico

Lactec abre laboratório de cyber security para o setor elétrico

O instituto de tecnologia e inovação Lactec inaugurou na quarta (16/10) um novo laboratório na Bahia que, entre outras pesquisas a serem desenvolvidas, promete ser referência em segurança cibernética aplicada ao setor elétrico. A iniciativa conta com a parceria da Israel Electric Corporation, maior fornecedor de energia elétrica em Israel.

Os pesquisadores das duas instituições já trabalham em parceria desde 2016 e mais recentemente iniciaram um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) na área de cyber security para a Neoenergia, controladora das concessionárias Cosern, Celpe, Coelba e Elektro.

Os investimentos na unidade de Salvador, que ficará dentro do Parque Tecnológico da Bahia, somam mais de R$ 2,3 milhões, entre o que já foi investido em infraestrutura de escritórios e o que será aportado nos próximos meses, por meio de projetos de P&D, para implantação da infraestrutura dos novos laboratórios. As principais pesquisas em andamento incluem, ainda, soluções em novos arranjos técnicos de microrredes, redes inteligentes, sistemas de armazenamento de energia, geração de energia ondomotriz e cyber security.

A nova unidade é a primeira do Lactec fora da sede em Curitiba (PR) e visa a atender aos projetos de P&D que o instituto coordena junto a concessionárias do Nordeste e Norte. Inicialmente, cerca de 20 profissionais trabalham nos projetos em andamento, parte deles fixos na unidade de Salvador e parte nas unidades tecnológicas de Curitiba.

A aposta da diretoria do Lactec em ampliar sua atuação leva em consideração diversos fatores relacionados às transformações que o setor elétrico vem experimentando. Um deles é a expansão da geração eólica e solar fotovoltaica, especialmente no Nordeste. Esse crescimento vem demandando o aperfeiçoamento tecnológico dos sistemas elétricos, tanto em função da intermitência dessas fontes quanto da necessidade de dispor de estruturas de transmissão robustas para o escoamento da energia aos grandes centros consumidores.

Na nova unidade será montado um laboratório para suporte aos projetos de P&D em segurança cibernética e prestação de serviços de análise de risco, metodologias de prevenção e de Cyber Security by Design, que consiste em planejar o sistema de segurança da comunicação de dados, desde o início da concepção do projeto.

Serão reproduzidos os ambientes de geração, transmissão e distribuição de energia para os testes de vulnerabilidade dentro dos sistemas, que permitirão simular desde fraudes em medidores inteligentes até tentativas de desligamento de instalações elétricas.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio