RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio CorporateInflação fecha acima do centro da meta em 2019

Inflação fecha acima do centro da meta em 2019

Em 2019, a inflação fechou em 4,3% acima do centro da meta 4,24%, e deve colaborar para que o Banco Central finalize o processo de queda da taxa de juros em 2020. Hoje, a taxa Selic opera em 4,5%, e ocorreu uma esperança de o Comitê de Política Monetária (Copom) realizaria ou não mais um corte, nesta ocasião, de 0,25 ponto percentual.

A inflação acelerou nos meses finais de 2019, o índice chegou a bater em 1,15%. Essencialmente pelo fato da pressão sobre alimentos, em conjunto à instabilidade do mercado internacional perante as desavenças de EUA e Irã, o Copom prevê continuar com ponderação e manter os juros em 4,5%.

A taxa de juros deve voltar cair apenas se o Congresso Nacional aprovar a segunda fase das reformas estruturais sugeridas no ano passado pelo governo Bolsonaro, essencialmente as que geram opções de diminuição de despesas para a União e estados.  O que colabora para revigorar o ajuste fiscal, apontando constância das contas públicas e proporcionando diminuições nas taxas de juros.


Redação Grupo Studio