RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio CorporateGovernança Corporativa para concessionárias

Governança Corporativa para concessionárias

Você já ouviu falar em governança corporativa? Para quem é empresário, esse conceito pode ser bastante importante. Isso porque os métodos e as práticas de governança corporativa podem ajudar a organizar uma empresa e a potencializar os seus resultados, proporcionando um maior crescimento do negócio. 

Por essa razão, esse termo tem se popularizado cada vez mais entre empreendedores e estudiosos de gestão empresarial, sendo aplicado em um número crescente de organizações.

Neste artigo, vamos explicar esse conceito e mostrar como aplicar a governança corporativa para concessionárias, setor de mercado que pode se beneficiar amplamente dessa prática. Acompanhe!

O que é governança corporativa?

De forma simplificada, a governança corporativa pode ser explicada como um tipo de sistema de gestão de empresas que estabelece diretrizes para a direção, incentivo e monitoramento de organizações dos mais variados setores. 

Dessa forma, são envolvidos nesse processo diversos aspectos, como relacionamento entre os sócios, diretoria da empresa, órgãos de fiscalização, conselho administrativo, entre outras partes interessadas.

A principal referência na área é o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), organização sem fins lucrativos que ajuda a organizar e difundir conhecimentos sobre essa prática no Brasil e no exterior. 

De acordo com as definições dessa instituição, a governança corporativa é responsável por alinhar interesses e prescrever recomendações objetivas, as quais melhoram o desempenho da empresa e o seu valor econômico, além de elevar a qualidade da gestão empresarial.

Como a governança corporativa ajuda uma empresa

A governança corporativa tem diversos benefícios para quem coloca em prática os seus procedimentos. Uma das principais vantagens é a melhora do planejamento estratégico da empresa, o que reflete positivamente em todo o desempenho operacional do negócio e torna a gestão mais eficiente. 

Além disso, empreendimentos que adotam rotinas de governança corporativa conseguem melhorar a qualidade dos processos internos, o que diminui a ocorrência de problemas. Questões relacionadas a tomadas de decisão ou definição de estratégias para o negócio são resolvidas com mais facilidade, evitando falhas e fraudes.

Outra vantagem é atrair bons colaboradores para o empreendimento. Afinal, este é um dos recursos que pode ser considerado entre os mais importantes em qualquer empresa. Um bom plano de governança é capaz de criar uma imagem positiva para a organização, o que atrai os melhores talentos. Também é mais fácil reter os bons funcionários, pois eles passam a se sentir mais satisfeitos e orgulhosos em fazer parte da instituição.

Podemos citar também uma melhora do posicionamento da empresa no mercado e aumento da confiança de investidores, o que faz com que seja possível captar recursos financeiros mais facilmente e receber mais aportes de investimentos de terceiros.

Por fim, empresas que apostam em governança corporativa também têm mais facilidade em conseguir clientes e fazer boas vendas. Novamente, isso está relacionado à uma melhora da imagem institucional no mercado graças à uma atuação mais assertiva e organizada.

 

Princípios da governança corporativa

A governança corporativa atua com base em quatro princípios fundamentais. Confira quais são eles!

Transparência

A organização deve disponibilizar para acesso de suas partes interessadas todas as informações que possam afetar os seus stakeholders, expondo tanto os dados positivos como os negativos acerca do desempenho da empresa e, também, quais fatores têm sido levados em conta na tomada de decisões.

Responsabilidade corporativa

Esse princípio refere-se às atitudes conscientes da organização em relação aos seus impactos no meio ambiente e na sociedade, além da necessidade de garantir uma sustentabilidade econômico-financeira. É uma forma de a empresa cumprir com suas obrigações e alcançar a longevidade.

Equidade

Refere-se ao tratamento justo de sócios, investidores, acionistas e fornecedores da organização, sempre tendo em consideração quais são os seus direitos, deveres e interesses na organização.

Prestação de contas

Os agentes de governança da empresa precisam prestar contas sobre a própria atuação, sempre assumindo as consequências de suas ações e atuando com responsabilidade. Essa prestação deve ser realizada de forma clara e compreensível. 

Governança corporativa para concessionárias

O setor de concessionárias pode se beneficiar amplamente das práticas de governança corporativa. Afinal, esse nicho de mercado movimenta grandes somas de dinheiro e precisa estar bem organizado para realizar bons negócios. 

Por isso, é importante buscar ajuda de um profissional para aplicar os conceitos e procedimentos de governança corporativa em sua concessionária. Todas as práticas desse sistema podem ser trazidas e adequadas para as necessidades desse tipo de negócio, potencializando as vendas de veículos e melhorando a rentabilidade do empreendimento.

A Studio Corporate, braço do Grupo Studio que oferece soluções de gestão financeira e societária para empresas, tem todas as ferramentas necessárias para realizar um processo de implementação de governança corporativa em concessionárias.

Com atuação em todo o Brasil, a Studio Corporate é especialista em prover serviços como planejamento societário, revisão financeira, captação de recursos, proteção patrimonial, renegociação de dívidas, valuation, entre outros.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio