RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio CorporateComo conseguir a melhor captação de recursos de longo prazo?

Como conseguir a melhor captação de recursos de longo prazo?

Para encarar o desafio de ter um capital de giro para manter o negócio funcionando de maneira saudável, muitas vezes é conveniente que se pense na captação de recursos de longo prazo. Essa é uma alternativa para o empresário que deseja manter o negócio em crescimento no mercado.

Porém, além da falta de conhecimento sobre o assunto, há algumas dificuldades que podem causar dúvidas no requerente. O primeiro desafio é se destacar em meio à concorrência, atraindo a atenção dos investidores – o que parte de dois principais pontos: demonstrar que a empresa tem estrutura e contar com um bom projeto de captação de recursos.

O projeto de captação é um documento que será apresentado diante dos investidores, que deve ser feito de forma atenta e técnica, levando em conta os pontos abaixo:

  • Objetivos claros;
  • Metas, atividades e indicadores de execução bem definidos e com coerência;
  • Demonstração clara e técnica da capacidade de pagamento da linha de crédito;
  • Relacionar a equipe do negócio com as atividades e metas descritas no documento;
  • Informações completas sobre viabilidade econômica e financeira do projeto;
  • Documentos obrigatórios;

Captação de recursos públicos

Quando os recursos solicitados advêm de bancos públicos, é ainda mais importante dar atenção ao primeiro passo, que é decidir o objetivo da aplicação do investimento, seja ele um dos três abaixo ou outro:

  • Inovação em tecnologia;
  • Expansão da empresa;
  • Inovação em maquinário.

Opções de financiamento

Antes de partir para a captação de recursos de longo prazo é fundamental pesquisar todas as opções disponíveis. Algumas agências, como o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e a Financiadora de Inovação e Pesquisa (FINEP), permitem que a empresa faça a busca e encontre as opções mais indicadas para o seu projeto.

Há ainda outros bancos públicos com o objetivo de financiar e incentivar o desenvolvimento de empresas e o social, como Banco do Nordeste (BNB), Banco da Amazônia S/A (BASA), Desenvolve SP, entre outros.

Planejamento e crescimento

O empresário deve pensar ainda se será necessário desenvolver a parte tecnológica da empresa, seja com a finalidade de industrializá-la ou para a comercialização, além de ter noção exata de quanto precisa para investir no negócio, calculando se está em condições para arcar com o financiamento de longo prazo.

A empresa deve avaliar se está em uma fase de constante avanço, demonstrando experiência e solidez no mercado. Empresas que adotam práticas de governança corporativa, por exemplo, são vistas positivamente pelos agentes financeiros de bancos públicos.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio