RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio CorporateBancos alteram operações em meio a pandemia

Bancos alteram operações em meio a pandemia

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que seus maiores bancos associados vão atender ao pedido de prorrogação do vencimento de dívidas. Pessoas físicas e empresas de pequeno porte que estejam em dia com os seus pagamentos terão o prazo de até 60 dias. Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco, Santander e Banrisul adotarão a medida.

A decisão ajudará empresas e famílias que têm boa capacidade financeira e mantêm operações de crédito regulares e adimplentes em curso, permitindo ajustes de seus fluxos de caixa e dispensa que os bancos aumentem o provisionamento no caso de repactuação de operações de crédito que sejam realizadas nos próximos seis meses.

A medida se aplica aos contratos de crédito vigentes com o pagamento em dia. Cada banco vai definir, a partir de critérios próprios, quais linhas de crédito serão passíveis de prorrogação – bem como o prazo e as condições dos novos pagamentos, de acordo com cada caso. O único ponto em comum entre as instituições é que a prorrogação não é automática e precisa ser solicitada pelo cliente. O Bradesco informa que já aprovou e tem disponível a opção para dívidas de operações em dia e utilizadas. Pessoas físicas e micro e pequenas empresas correntistas do Bradesco devem entrar em contato com o banco pelos canais digitais ou direto com o gerente da conta para expor seu caso e saber das condições para prorrogar a dívida por até dois meses. Também ficará a cargo de cada banco as definições do processo para solicitação da prorrogação, juros praticados e demais detalhes.

O Banco do Brasil também disponibilizou a possibilidade de micro e pequenas empresas com dívidas prorrogarem duas parcelas de cada operação, que serão migradas para o final do cronograma de pagamentos, e os juros serão diluídos por todo o prazo do financiamento. O empresário poderá contratar a prorrogação no Gerenciador Financeiro, além das agências.

Segundo nota da instituição, o instrumento está disponível nas linhas BB Giro Digital, BB Giro Empresa, BB Giro Rápido, BB Giro Cartões, BB Giro Corporate e BB Financiamento. As linhas contempladas utilizam recursos próprios do banco e devem estar em dia no momento da prorrogação. “O objetivo é garantir que as micro e pequenas empresas não necessitem dispor de seus caixas para pagar empréstimos neste momento, liberando recursos para garantir o pagamento de funcionários e fornecedores.” O Banco do Brasil está com todas as suas linhas de crédito de capital de giro à disposição dos clientes, também no sentido de prover liquidez às micro e pequenas empresas.

No Itaú, é possível postergar o vencimento da próxima parcela de empréstimo pessoal e capital de giro com a assinatura do Itaú Crédito Sob Medida, que permite a alteração da data original. O processo é repactuar seu contrato e, no momento de escolha da nova data de vencimento, prorrogar por até 60 dias o pagamento. Quem já tem o produto contratado também pode renegociar o vencimento da sua próxima parcela, optando por pagá-la 60 dias depois da data originalmente acordada.

No caso de empréstimo com garantia, o cliente do Itaú pode pagar antecipadamente as duas próximas parcelas utilizando a garantia (seus investimentos), sem alterar as condições das próximas parcelas. Também o cheque especial e o cartão de crédito da instituição contam com alternativas de parcelamento previstas na oferta de cada item, cujas condições podem ser conferidas nos aplicativos, no site e nas centrais de atendimento do banco.

No Estado, o Banrisul ampliou a prorrogação de dívidas para empresas com faturamento médio mensal de até R$ 6 milhões. A nova operação, no valor das duas prestações prorrogadas, poderá ser feita em nove parcelas, com 90 dias de carência para o primeiro pagamento, com prazo total de 12 meses. As demais parcelas e condições do contrato original permanecerão inalteradas.

Para evitar deslocamentos às agências, o Banrisul aumentou os limites de movimentação diária dos canais de atendimento para pessoa física e jurídica no aplicativo Banrisul Digital. A medida permite aos clientes realizarem suas operações financeiras de forma remota, diretamente do seu smartphone ou tablet. Nos canais Minha Conta e Office, o limite passou de R$ 20 mil para R$ 50 mil. Já os clientes Afinidade tiveram o aumento de R$ 50 mil para
R$ 100 mil.

O Banrisul também irá reservar um horário de atendimento para aqueles que ainda não possuem cartão, ou que estejam com o seu cartão vencido ou perdido. Esses clientes serão atendidos, a partir desta quinta-feira, do horário regular de abertura das agências (que pode ser 10h ou 11h, dependendo da localidade) até às 12h, em ordem de chegada.

Fonte: Jornal do Comércio


Redação Grupo Studio