RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio BrokersWarren Buffet está confiante com o mercado de ações

Warren Buffet está confiante com o mercado de ações

Com o patrimônio de aproximadamente 84 bilhões de dólares, Warren Buffet é o investidor de maior sucesso na atualidade. Ele é considerado o rei do mercado financeiro. O mega investidor é CEO da Berkshire Hathaway Holdings, uma empresa de investimentos localizada em Omaha, cidade do estado de Nebraska, USA.

Buffet tornou-se conhecido por popularizar o método de investimento chamado “value investing” ou, “investimento em valor”. Todos os anos, desde 1978, o bilionário escreve uma carta aos acionistas que fazem parte da Berkshire Hathaway, onde ele faz projeções e consideração e também dá dicas.

Na carta de 2020, Buffet relata o cenário financeiro da sua própria companhia, que em 2019 alcançou uma margem de lucro de US$ 81,4 bilhões. Deste total, 53,4 bilhões são referentes à alta valorização das ações detidas pela companhia.

O desempenho positivo no ano que passou, deixa Buffet com ainda mais entusiasmo para 2020 e ressalta que o mercado de ações é uma das maneiras de investimentos mais promissoras para o ano.

“Se as taxas de juros e os impostos permanecerem nos níveis atuais, é quase certo que, no longo prazo, as ações terão um desempenho muito melhor que os títulos de dívida de renda fixa”, comenta Buffet.

Vale lembrar que a Berkshire Hathaway, têm participação em mais de 50 empresas, muitas delas com reconhecimento internacional e de diversos segmentos, como: Apple, Coca-Cola, American Airlines, Bank of America, American Express e Wells Fargo.

Ainda que tenha obtido ganhos altos em 2019 e com um caixa de US$ 130 bilhões, Buffet não está disposto a fazer grandes investimentos no momento.  Ele prefere ter uma visão de longo prazo e esperar pechinhas. Por esse motivo, a sua última grande aquisição foi em 2015, quando a Berkshire adquiriu a fabricante de componentes aeroespaciais Precision Castparts pelo valor de US$ 32 bilhões.

Para estar no alvo do bilionário à empresa precisa contar com três requisitos: ter uma boa rentabilidade, ser administrada por pessoas capazes de estar disponível a um preço razoável e por último, Buffet mesmo faz questão de explicar: “quando encontramos um negócio com essas características, queremos sempre comprar 100% dele. Mas essas oportunidades são raras”.

Como Buffet não considera digno realizar nenhum novo investimento, ele aposta em ampliar sua aplicação nas empresas em que já possui participação ou até mesmo, comprar fatias inferiores em outras empresas. Realizar a recompra de ações da própria Berkshire Hathaway também pode ser uma saída. Já que ele fez isso em 2019 e adquiriu uma quantia correspondente a 1% do capital total com o investimento de US$ 5 bilhões.

Fonte: Seu Dinheiro


Redação Grupo Studio