RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio AgroO benefício da tecnologia no agronegócio

O benefício da tecnologia no agronegócio

A implementação da tecnologia em negócios rurais pode ser uma grande aliada no desenvolvimento dessas propriedades

De acordo com dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, o agronegócio representa mais de um quarto do total do PIB do país.

Com tamanha relevância, já era de se esperar que esse setor se apoie na tecnologia para ajudar a gerenciar toda essa grandeza. Hoje, muito se fala em softwares, drones, sensores e GPSs, mas quais são as vantagens que todo esse aparato tecnológico pode levar para o produtor rural?

Além da possibilidade de diminuir o custo e o desperdício, produzir mais com menos área e recursos – tanto de insumos – o que mais a tecnologia proporciona ao agronegócio? São muitas as possibilidades, mesmo porque, recursos como Internet das Coisas, Inteligência Artificial e realidade aumentada já estão sendo aplicados em muitas fazendas mundo à fora. Confira alguns dos principais benefícios que uma propriedade rural pode ter com a utilização das novas tecnologias.

Aumento da produção

São muitas as formas que a tecnologia pode contribuir na gestão de uma propriedade rural. Programas que apontam o momento certo para um plantio, a hora correta de colocar uma vaca para produzir ou um bezerro para desmamar. Estes são apenas alguns exemplos de como é possível empregar a tecnologia para auxiliar na tomada de decisão a partir da análise de dados e, consequentemente, obter crescimento da produtividade no campo.

Controle de uma ou mais propriedades

A dimensão das propriedades agropecuárias pode se tornar obstáculo para o produtor rural, já que depende da locomoção dele e dos colaboradores para ter uma visão completa da fazenda. Além disso, devido à necessidade de aumento da produção, alguns produtores arrendam outras terras, muitas vezes em outras cidades ou até estados, dificultando ainda mais o controle da produção. A tecnologia permite o gerenciamento de propriedades através de computadores e notebooks, sem que haja a necessidade de o fazendeiro estar fisicamente presente. Alguns programas permitem até a gestão de mais de uma fazenda e a comparação de produtividade entre elas, possibilitando ao agropecuarista entender quais são os negócios mais e menos lucrativos. Assim, o produtor ganha tempo de locomoção entre um lugar e outro, passa a ter uma visão mais detalhada do seu negócio, além de uma melhoria até na sua qualidade de vida.

Mais qualidade

A tecnologia permite o acompanhamento completo da produção de uma propriedade. Hoje, por exemplo, muitas fazendas de gado de corte já utilizam o processo chamado “do pasto ao prato”, o qual permite o rastreio completo do gado, desde o nascimento do bezerro até o abate. Com isso, a partir do código de barras da carne é possível obter todo o histórico genético e detalhes do manejo do animal. Além de levar mais segurança para o consumidor final, esse processo permite que, em caso de contaminação, seja possível detectar a causa do problema, identificar se existem outros lotes contaminados e descartá-los, se necessário. O rastreio total da produção aliado a tecnologia também permite avaliar a produtividade de um ou outro insumo que está sendo usado, corrigir imprevistos, entre outros exemplos que podem afetar diretamente a qualidade do produto que será entregue.

Previsibilidade do clima

As oscilações do clima são uma das maiores dificuldades do produtor rural. É claro que a vivência no campo permite alguns palpites sobre como será o tempo no dia, no mês e até no ano seguinte. Mas, nada como softwares inteligentes que fazem esse trabalho de forma precisa, prevendo quais serão os períodos de seca e de chuva e, inclusive, indicando ao fazendeiro o momento certo para plantio, colheita etc.

Redução de custos

Alguns produtores rurais ainda não se sentem tão confortáveis quanto à implementação da tecnologia em sua propriedade por conta dos altos investimentos em máquinas, computadores, programas etc. O que muitos não ponderam é o retorno financeiro que o investimento pode trazer. Sendo que um dos benefícios para a produção como um todo é a redução de custos. A tecnologia permite a previsibilidade de falhas, a diminuição de desperdícios, uma melhor gestão do custo e, todos estes pontos, são representativos nas despesas de uma fazenda.

 

Fonte: G1


Redação Grupo Studio