RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio AgroGigante do Agronegócio anuncia modelo impactante de cobrança por produtividade

Gigante do Agronegócio anuncia modelo impactante de cobrança por produtividade

A empresa alemã Bayer, em entrevista concedida para o portal notícias agrícolas, nesta terça-feira, 1 de outubro, pelo Presidente sua divisão Crop Science, Liam Condon, apresentou um novo modelo de cobrança de seus insumos.

A notícia é impactante e altera substancialmente o mercado do setor. Segundo Liam, a ideia é implementar uma cobrança a partir do acréscimo de produtividade.

A engrenagem seria da seguinte forma: caso um produto desenvolvido e vendido da Bayer seja aplicado e traga um acréscimo de produção, o valor poderá ser dividido e caso a produtividade não seja alcançada, o produtor não precisará pagar pelo produto.

Esta inovação já foi testada nos Estados Unidos e em breve chegará ao Brasil. Este novo gatilho de cobrança suscita questionamentos do mercado se ele virá a substituir os royalties que vêm sendo cobrados pela gigante alemã. Esclarecendo esta questão, apontou o Presidente da Crop Science Liam Condon:

. “Eu não sei se é um substituto, mas os royalities são pagamentos para se ter acesso à tecnologia, mas sendo royalities ou pagamento por produtividade eu acho que será algo desenvolvido com o tempo porque no final do dia, o mais importante, é pagar pelo resultado final e não pela semente (início)”,

O novo modelo em gestação inova no agronegócio brasileiro e traz a perspectiva cada vez mais marcante de relação de parceria entre produtores e industrias do agro, na qual o ganho de um é o ganho do outro.


Redação Grupo Studio