RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio AgroMinistra assina acordo para impulsionar emissão de títulos verdes

Ministra assina acordo para impulsionar emissão de títulos verdes

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, assinou hoje, em Nova York, um memorando para a emissão de títulos verdes da agropecuária. Trata-se de um ato de entendimento com a ONG Climate Bonds Initiative (CBI) para o desenvolvimento desse mercado no agronegócio brasileiro. O objetivo da Pasta é estimular novas fontes de financiamento e promover práticas sustentáveis.

Os títulos verdes são papéis de dívidas (debêntures, CRA, CRI e FIDC) que só podem ser usados para implantar ou refinanciar investimentos sustentáveis, capazes de gerar benefícios ao meio ambiente e contribuir para amenizar efeitos das mudanças climáticas. Para emitir, a empresa precisa comprovar que o projeto gera impactos ambientais positivos.

Segundo a ministra, essa iniciativa só foi possível a partir das mudanças apresentadas pela Medida Provisória 897/2019, a “MP do Agro”, que abre oportunidades para investimentos estrangeiros no setor rural.

Tereza Cristina lembrou que uma usina sucroalcooleira paulista — a Colorado, como já informou o Valor — será a primeira empresa no mundo a emitir títulos de dívida verdes certificados para bioenergia. A previsão é de emissão de US$ 50 milhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), com certificação da CBI, para atrair investidos interessados em projetos “limpos”.

“O ministério quer impulsionar essa agenda. O memorando de entendimento certamente trará importantes resultados para o segmento”, disse a ministra. Segundo dados da Climate Bonds Initiative e Green Bond Data, em 2018 foram investidos US$ 167 bilhões em títulos verdes no mundo.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio