RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio AgroComo funciona o Agronegócio no Brasil

Como funciona o Agronegócio no Brasil

Para entendermos o agronegócio no Brasil é importante observar que uma das maiores características desse negócio no país é a diversidade tanto na questão produtiva, quanto no perfil do empresário rural, no tamanho dos estabelecimentos e dos negócios agropecuários, da gestão, ou seja, independente do campo de discussão que levantamos sobre esse assunto, vamos nos deparar com uma diversidade gigantesca que às vezes até dificulta no momento da tomada de decisões.

Importância dos prestadores de serviço no Agronegócio

Dentro do agronegócio, os prestadores de serviço atendem perfis diferentes e essa diversidade de demandas dentro da agricultura familiar é muito importante para gerar uma movimentação de equipe para o agro empresarial que vem usando muita tecnologia de ponta.

Neste universo, tanto o nível de gestão em tecnologia quanto o nível de gestão financeira, administrativa fiscal, tributária, jurídica e societária é muito diverso, por isso é muito importante organizar tudo muito bem, inclusive a prestação de serviços para as soluções do agronegócio.

Ao falar do agronegócio é normal associar às vezes apenas com o campo ou com a pecuária, mas o agronegócio é um tema muito extenso e abrangente que hoje em dia já é considerado um segmento de mercado que se separa em vários níveis e cada vez mais ele precisa de gestão, tecnologia e inovação.

Competitividade no agronegócio

O agronegócio é um ramo cada vez mais competitivo, por isso cada vez gera a necessidade da busca por inovação e maneiras de melhorar o segmento. Atualmente é feito um mapeamento de todos os processos para identificar o que precisa de melhoria  e onde precisa de tecnologia e profissionalização.

Devido a sua extensão, o agronegócio é um segmento  onde torna-se complexa a hora de se criar blocos para gerar soluções, por isso uma das maneiras de melhorar o campo é com o auxílio da tecnologia, se tornando um dos mercados que têm maior busca por investimentos em startups no mundo todo.

Por causa da grande diversidade, o agronegócio muitas vezes traz aos produtores e empresários rurais uma dificuldade na hora de gerirem o seu negócio, que acabam não conduzindo como uma empresa que fala do agronegócio como um todo. O que nós vemos  é um conceito de toda a cadeia, mas infelizmente,  esse tipo de gestão é muito deficiente, causando problemas de fluxo de caixa, custos de produção, na gestão financeira e patrimonial, etc.

É comum achar que o agrônomo só vai exercer uma função, mas na realidade o profissional de agronomia precisa ser multidisciplinar, ser administrador, economista, engenheiro, entender um pouco sobre as leis, cada vez mais os negócios exigem um profissional capacitado para tocar esse setor.

Importância da gestão no agronegócio

Atualmente o agronegócio é responsável por 21% do PIB nacional, nos últimos cinco anos, teve um crescimento de cerca de 1,9%, sendo um dos setores mais importantes no cenário econômico nacional. Além disso, 30% dos empregos atualmente são oriundos desse setor.

No agronegócio é importante ter uma análise eficiente dos seus números, se o produtor não souber fazer uma gestão eficaz e entender o negócio de ponta a ponta, ele vai correr um risco. Se a gente olhar para o setor da indústria ou do varejo, por exemplo, uma vírgula colocada no lugar errado acarreta em um erro gravíssimo colocando em risco todo o negócio.

É simples entender porque esse risco agronegócio

O agro ainda caminha atrás de outros setores como a indústria e o comércio em relação a essa profissionalização. O maior capital do agronegócio vem de um processo histórico, do ramo imobiliário, ou seja, a terra que muitas vezes foi adquirida em fronteiras agrícolas, que eram novas e foram sendo desbravadas a valores menores.

Hoje, com a maioria das áreas sendo permitidas para a agricultura e com o capital valorizado, é possível ter um outro olhar sobre o agro. As margens unitárias são pequenas, então como qualquer outro setor, o agro passa por um momento onde as gerações sucessoras são as novas usuárias dos empreendimentos, passando a ter outras necessidades em relação às gerações anteriores.

Isso explica um pouco deste momento e dos desafios para os produtores, para os prestadores de serviço ou para a área dos insumos, mas ao mesmo tempo que o setor encontra algumas dificuldades ele é um mar de possibilidades tanto para quem quer vender quanto para o produtor ou para o empreendedor e investidor já que o Brasil é um dos principais polos de produção do mundo.

Ao fazer o uso das tecnologias e empregar isso de maneira sustentável, ou seja, a intensificação sustentável da produção, nós aumentamos a expectativa de vida do negócio e todos os produtores, prestadores de serviços e servidores da área do agro poderemos navegar pelo agronegócio brasileiro.

O agronegócio hoje representa uma boa parcela da economia do Brasil, mas de acordo com o advento da tecnologia e com o crescimento  o Brasil atualmente é o maior exportador e com certeza tende a crescer muito desde que consigamos fazer o uso de tecnologia e inteligência nesse processo, tendo o potencial para se tornar um dos principais setores, especialmente ao que diz respeito a exportação mundial.

Como funciona o Agronegócio no Brasil - Grupo StudioNo Brasil atualmente ainda temos muitas áreas de terra disponíveis, mas que muitas vezes não são aproveitadas devido a falta do emprego correto de tecnologia, mas algumas vezes esse déficit se dá pelos próprio apego cultural, por exemplo “meu bisavô fazia assim e dava certo então acho melhor manter assim” e às vezes essa escolha pode estar dando prejuízo e ele não consegue enxergar.

Um dos pontos mais avaliados hoje em relação a tecnologia para a melhoria do agronegócio são com relação às startups. Muitas microempresas têm vindo para o mercado resolver algumas questões, por exemplo de predições, que é um problema muito grande dentro do agro.

Na questão a agricultura em si, algumas empresas conseguem mapear ambientes específicos e dosar a quantidade de agrotóxico adequado para determinada situação. Isso tem acontecido porque determinadas tecnologias de mercado que já existem começaram a ter uma eficiência maior.

Hoje nós estamos cada vez mais conectados em um mundo com a inteligência artificial e ela nos ajuda na tomada de decisões e análise de dados para chegar a uma conclusão mais adequada em relação a determinadas coisas, então dentro deste cenários nós temos um ambiente onde a tecnologia, as startups, trazem muita facilidade para esse segmento.

Outra funcionalidade da tecnologia é ajudar a resolver um dos maiores problemas que nós encontramos hoje no agronegócio: o transporte. Podemos tentar reduzir os custos com logística que é um valor do processo muito pesado, por isso começamos a ter alguns testes fora do Brasil que já estão sendo utilizados por caminhões autônomos, ou seja, sem motorista, que se deslocam sozinhos, movidos por energia solar que automaticamente reduz bastante o custo com transporte.

No Brasil essa tecnologia ainda não chegou, até mesmo por conta dos problemas que nós encontramos com as estradas, mas é uma tendência que vem sendo criada e que dificilmente não vai acontecer, o mundo se moderniza e ao longo do tempo nós precisamos se modernizar com ele.

Além disso, cada vez mais é possível encontrar a utilização de softwares de serviços, hoje nós temos muitos exemplos dentro da agro de questões disruptivas, desde uma câmera que pesa o gado dentro de um campo, ligado a uma nuvem onde é possível ter total acesso ao peso do gado, temos soluções de monitoramento de maquinário em tempo real, então cada vez mais é possível notar essa modernização, o agronegócio vai se especializando e se tornando cada vez mais tecnológico.

Um ponto importante dentro desse conceito da transformação através da tecnologia é criar uma sincronização das ferramentas DPI (Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio) e tudo que é necessário, ser criado dentro do tempo que se encontra toda aquela diversidade de perfis, porque toda essa tecnologia está servindo a no máximo 10% dos usuários do agronegócio.

Assista o Webinar Completo Sobre o Assunto

Claro que dentro desse percentual tem um potencial muito significativo da nossa produção, porém tem uma outra parte que está num estágio bem atrás e que precisa sim da TI, mas que também precisa de ferramentas muito simples.

É importante ressaltar que mesmo fazendas de ponta, grandes players do agronegócio, ainda cometem erros no processo produtivo que são conhecimento de base da agricultura conservacionista, das sucessões de cultura, da construção de fertilidade do solo, são conceitos básicos que ainda são aplicados e que as nossas proposições de soluções precisam estar ligadas a isso e não apenas ao mundo digital.

Um exemplo interessante, é a adubação de sistema, o brasil passou décadas aumentando a produtividade com a adubação de culturas e hoje a gente tem conhecimento específico de sobra para propor soluções em que em uma única doação, a terra poderia produzir carne, leite, grãos, de maneira a otimizar os recursos tanto de fertilizantes, como de maquinaria e recursos humanos.

A melhor maneira de saber como lidar com a produção do agronegócio hoje em dia é buscar por uma análise, por um mapeamento com o auxílio de um profissional que entenda do negócio e que esteja sempre atualizado para estudar a melhor sugestão. A Studio Agro conta com profissionais que podem auxiliar da melhor maneira a melhorar a produção e trazer uma nova tecnologia para a sua empresa do setor.


Redação Grupo Studio