RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStartHubStartup de games é avaliada em US$ 1,3 bilhão após rodada de investimento

Startup de games é avaliada em US$ 1,3 bilhão após rodada de investimento

A Wildlife Studios, startup especializada em games, foi avaliada em US$ 1,3 bilhão após a rodada de investimento liderada pelo fundo Benchmark Capital, garantindo o seu lugar no grupo dos unicórnios globais.

No mercado desde 2011, a Wildlife foi fundada pelos irmãos Victor e Arthur Lazarte. É atualmente uma das maiores empresas de jogos para dispositivos móveis do mundo, tendo lançado mais de 70 produtos em oito anos. Já fizeram parte do portfólio do Benchmark empresas como Twitter, Ebay e Instagram.

“A Wildlife Studios está bem posicionada para conseguir uma fatia ainda maior do mercado de gaming mobile”, afirma Peter Fenton, sócio do Benchmark.

A rodada contou com a participação de outros cinco investidores: Javier Olivan, executivo do Facebook; Ric Elias, co-founder e CEO da Red Ventures, Micky Malka, sócio da Ribbit Capital; Divesh Makan, sócio do ICONIQ Capital; e Hugo Barra, VP de VR do Facebook, amigo e mentor de longa data da companhia.

Com o aporte, a startup planeja acelerar as contratações de talentos, investir ainda mais em melhora de qualidade dos games e auxiliar outros desenvolvedores a levar seus jogos para o mercado.

“Iniciamos uma nova etapa no nosso ciclo de crescimento, que nos deixa mais próximos da nossa missão de divertir bilhões de pessoas ao redor do mundo”, comenta o co-fundador Arthur. “Queremos que a Wildlife seja a empresa onde os melhores talentos vêm e fazem o melhor trabalho das suas vidas, desenvolvendo e distribuindo jogos que marcarão uma geração de jogadores”.

A Wildlife, que cresce em média 80% ao ano, espera superar a marca de 2 bilhões de downloads até o fim deste ano, além de aumentar o quadro de 500 funcionários para 800 em 2020. Seus escritórios estão localizados em Buenos Aires, Dublin, São Paulo, São Francisco, Orange County e Palo Alto.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio