RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasStartup de energia solar recebe aporte de R$ 21 milhões

Startup de energia solar recebe aporte de R$ 21 milhões

A startup de financiamento para energia solar, Solfácil, comunicou a captação de R$ 21 milhões, aporte liderado pela Valor Capital. No mercado desde 2018,a empresa foi criada por Fabio Carrara e oferece financiamento da instalação de estruturas de energia solar para pessoas físicas.  O aporte foi enriquecido por investidores anjos que já investiam na startup.

Com o aporte, a Solfácil planeja realizar investimentos em tecnologia, expansão comercial e novos produtos. Em entrevista ao Estadão, Fabio Carrara ressaltou que o foco da startup é facilitar a experiência do usuário, desde o acesso ao recurso até a forma de fazer o parcelamento.

A empresa também pretende criar uma linha de financiamento voltada para pequenos e médios empreendedores, além da viabilidade do parcelamento sem juros em alguns casos.

Atualmente, a startup opera com mais de 1 mil parceiros em engenharia de equipamentos de energia solar e funcional 100% de forma online, como uma financiadora terceirizada. Quando o cliente escolhe a fornecedora dos equipamentos, o parceiro o encaminha para o contrato da Solfácil, que oferece parcelamentos em até 10 anos do valor do projeto adquirido.

De acordo com Carrara, o investimento é uma forma de economia e as parcelas podem representar descontos no orçamento do cliente, prevendo até 30% a menos de gastos com energia. A média de um projeto de equipamentos de energia solar fica em cerca de R$ 30 mil reais, com vida útil de mais de 20 anos.

Os novos produtos anunciados — financiamento sem juros e para pessoas jurídicas — já devem estar disponíveis em setembro deste ano, informou Carrara. Além do aporte, a empresa conta com o crescimento da procura pela energia solar, que tem trazido cada vez mais clientes para a startup: no mês de julho, o crescimento estimado é de 50%.

O crescimento desse setor, mesmo com a crise, foi um dos fatores que levou a Valor Capital, que já investiu em empresas como Stone, Gympass e Loft, a apostar no segmento de energia solar com a Solfácil.

“Estamos animados em apoiar a Solfácil e o seu crescimento sustentável no Brasil, um dos mercados mais atrativos do mundo para energia solar e fintechs. Dada a experiência do time no setor e a resiliência do seu modelo de negócios, é uma oportunidade para reduzir o custo de energia para consumidores e empresas. No Brasil, onde o sol brilha durante o ano todo, a Solfácil tem um mercado fértil para construir um negócio amplamente transformador”, afirma Scott Sobel, cofundador da Valor Capital.

Fonte: Estadão


Redação Grupo Studio