RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasSerasa adquire Brain Ag e avança para o agronegócio

Serasa adquire Brain Ag e avança para o agronegócio

A Serasa Experian anunciou a aquisição parcial da Brain Agriculture, empresa de big data para operações financeiras no agronegócio. O objetivo é expandir atuação no setor por meio da unificação da plataforma da startup – chamada de Farm Check – com os dados do bureau de crédito. A oferta unificada avaliará riscos específicos do setor.

Os valores da operação e o percentual adquirido não foram revelados. É a segunda aquisição da Serasa Experian em menos de um mês: em março a empresa anunciou a aquisição da especialista em riscos e fraudes BrScan.

Segundo a Serasa, a incorporação das capacidades tecnológicas e competências da startup permitirá uma solução em que análises antes feitas em vários dias levem alguns minutos. A promessa, além da velocidade, é de mais agilidade e segurança em análises de risco com menos burocracia a preços acessíveis.

A aquisição fará com que cerca de 60 funcionários sejam totalmente dedicados ao tema nas companhias após a integração completa dos sistemas. A Farm Check usa algoritmos de big data para compilar informações variadas, incluindo dados de propriedades rurais, uso de solo, clima, processos, protestos e diligência em cartórios de registro de imóveis.

Segundo a Serasa, bancos, tradings, fundos de investimentos, distribuidores de insumos, cooperativas e outros potenciais credores do agro podem realizar consultas e fazer a gestão da carteira de clientes e garantias em um só lugar, avaliando riscos em toda a jornada de crédito.

Segundo Marcelo Pimenta, diretor do DataLab para a América Latina da Serasa Experian, a empresa escolheu a Brain pela capacidade tecnológica. “A ferramenta soluciona um desafio desse mercado ao dar informações precisas de forma ágil, em um único ambiente”, diz o executivo em comunicado. “A utilizaremos para distribuir novos produtos que serão desenvolvidos para tornar o crédito agrícola mais fácil, acessível e seguro.”

Fonte: Estadão Conteúdo.

 


Redação Grupo Studio