RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasReskilling e Upskilling: e o importante papel do RH

Reskilling e Upskilling: e o importante papel do RH

O futuro das empresas e dos empregos está diretamente ligado ao desenvolvimento dos profissionais e à transformação digital. Por isso, os conceitos de upskilling e reskilling estão se tornando cada dia mais importante para o mercado de trabalho.

E o RH tem um papel crucial para que, nos próximos anos, as companhias não sofram com a escassez de talentos, tendo que garantir que os profissionais continuem acompanhando as transformações do mercado.

Upskilling

Ao longo de nossas carreiras, precisamos continuar estudando para chegar ao próximo patamar, seja para alcançar um nível pleno, sênior, virar um especialista ou mesmo assumir um cargo de liderança. O aprendizado contínuo faz parte desse processo de crescimento.

E chamamos de upskilling quando um profissional busca aprimorar seus conhecimentos em áreas nas quais já está inserido, aumentando o seu domínio sobre o assunto.

Ao realizar esse up, como o próprio nome já diz, no desenvolvimento profissional, é possível otimizar o tempo gasto nas tarefas do dia a dia e realizar entregas com mais qualidade, além de desenvolver uma visão mais analítica.

Isso permite que seu trabalho ganhe mais visibilidade perante toda a empresa, possibilitando um crescimento de carreira mais estruturado.

Reskilling

Vivemos em um mundo em constantes mudanças, no qual toda semana existe uma ferramenta diferente para nos ajudar, um conceito novo e até mesmo novas profissões vão surgindo para acompanhar as necessidades do mercado.

Segundo uma pesquisa realizada pela McKinsey & Company, nove em cada dez gerentes já sofrem com a escassez de habilidades em algumas profissões. E 87% das empresas não possuem o talento que precisarão para o futuro.

E o reskilling acontece justamente quando um profissional busca aprender novas habilidades para se requalificar no mercado de trabalho ou quando a empresa identifica que é possível desenvolver talentos internos para essas novas funções a partir de treinamentos.

Tanto o upskilling, quanto o reskilling são conceitos que trazem o mindset de desenvolvimento, seja para crescer na área de atuação ou para investir em uma nova profissão.

O RH e seu papel crucial na estratégia de upskilling e reskilling

Como vimos na pesquisa realizada pela McKinsey, já há uma grande preocupação das empresas sobre o futuro do mercado de trabalho. Ainda há muitas incertezas sobre como absorver todas as pessoas que estão em cargos que precisarão ser reestruturados e muitas dúvidas em como desenvolver novas qualificações.

E como o RH pode ser o agente transformador de tudo isso?

Hoje em dia, o RH já é visto como uma área estratégica em muitas empresas, é um time mais ágil e que tem uma visão mais analítica dos impactos das suas entregas.

Por isso, o profissional de recursos humanos, cada vez mais, precisa estar por dentro das novidades do mercado e ter a tecnologia como sua aliada para ser referência no setor. Ou seja, o conceito de upskilling deve ser uma constante na vida desse profissional.

Já com um RH mais estruturado e atualizado, é possível olhar as necessidades que a empresa tem em um curto e médio prazo e assim desenvolver um planejamento estratégico.

Para isso, o profissional de RH precisa fazer upskilling e reskilling constantemente, afinal, é responsável pelo treinamento e desenvolvimento de outras áreas.

Como aplicar upskilling e reskilling na sua empresa

Como vimos, para suprir os gaps de skills que o mercado já vem enfrentando, é preciso desenvolver um planejamento estratégico. E isso envolve tanto o RH, quanto os gestores e a diretoria.

Portanto, o profissional de recursos humanos fica responsável, juntamente com os gestores, por identificar esses gaps, as necessidades de recrutar novos talentos e as oportunidades internas de desenvolvimento.

Fonte: Gupy

 

 


Redação Grupo Studio