RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasPrograma apoiará startups que ofereçam tecnologia para reativar economia

Programa apoiará startups que ofereçam tecnologia para reativar economia

O cenário de instabilidade causado pela pandemia do novo coronavírus impõe um grande desafio: como elaborar soluções para a retomada da economia após pico da doença? A resposta pode estar nos ecossistemas de inovação e startups, que nascem como propósito de desenvolver a testar novos produtos e modelos de negócios em ambientes repletos de incertezas. Com essa finalidade, em busca de ampliar o incentivo à inovação, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) criou o programa BRDE Labs.

O objetivo é selecionar startups em fase de validação e início de crescimento, que ofereçam soluções inovadoras para o novo cenário, em especial nas áreas de atuação dos clientes do banco.  Serão priorizados os seguintes fatores: Agronegócio; Saúde; Indústria 4.0; Internet das Coisas (IoT); Tecnologia da Informação; Energia; Educação; Logística e Meio Ambiente. De 04 a 31 de maio, startups interessadas em participar podem fazer a inscrição através do site da aceleradora Ventiur.

As startups que se inscreverem no projeto passarão por avaliação criteriosa, com entrevistas e desafios online. Ao final da etapa de seleção, serão escolhidas 10 startups para participar do processo de aceleração, conduzido pela empresa Ventiur durante quatro meses, de agosto a novembro de 2020.

Dentre as atividades de sensibilização e divulgação, serão oferecidos eventos online, através de lives, com economistas, sociólogos e outros profissionais, para análise do comportamento do consumidor no cenário pós-pandemia, novas necessidades, demandas e problemas a serem resolvidos no novo contexto.

A expectativa é de que parte das atividades se realize de maneira presencial, em Porto Alegre. Para tanto, as startups do interior do Rio Grande do Sul receberão ajuda de custo para realizar o deslocamento, estadia e alimentação. Ao final do programa, as três melhores startups receberão uma premiação do BRDE, além da possibilidade de aporte adicional por parte da rede de investidores da Ventiur e/ou fundo de apoiados pelo banco.

Para o fundador e diretor executivo da Ventiur, Sandro Cortezia, o programa é um marco para o ecossistema de inovação do RS: “O BRDE Labs se antecipa ao promover o apoio de novos negócios em áreas prioritárias para o Estado, preparando-o para o cenário pós-crise”. Cortezia destaca ainda o grande diferencial que o arranjo montado pelo BRDE, ao selecionar uma aceleradora e as três principais universidades do Estado.

Fonte: Jornal NH


Redação Grupo Studio