RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasMeio do funil: conteúdo, valor e vendas

Meio do funil: conteúdo, valor e vendas

Durante o processo de uma conversão, o público atravessa três fases: a de aprendizado, consideração e decisão. Esses são vistos como os estágios essenciais do funil de vendas. Através desse método, é possível oferecer conteúdos específicos e adaptados de acordo com o processo de compra de seu cliente.

Lembrando que, no topo do funil, é o momento em que se atraem os investimentos para site. Esse é o primeiro contato do público com sua marca e com sua solução. Agora, na fase intermediária, o meio do funil, o seu conteúdo precisa estar ligado à intenção de compra do seu público.

Meio do funil

Esse é o momento de criar conteúdos que forneçam mais informações relacionadas sobre seu produto ou serviço.

Exemplo, se você tem uma escola de idiomas, no topo do funil, você tem um artigo no blog com o tema: “A importância do inglês no mercado profissional”. A sua persona encontra o artigo, lê e se interessa pelo assunto.

Mas, se ele deseja encontrar soluções para aprender inglês, com custo-benefício de acordo com suas necessidades, você tem um ebook “Tudo o que você precisa saber para fazer um curso de inglês de qualidade”.

Publico maduro e com intenção de compra

O público no meio do funil tem a intenção de compra. Ele está buscando informações relacionadas ao primeiro conteúdo que viu sobre o tema. Agora, este público busca por informações em sites diversos e, entre eles, o seu.

Ou seja, o público tem mais conhecimento do que no início, mas ainda deseja ter mais informações.

Solução

Desde o começo, seu conteúdo deve transmitir confiança. Essa relação lhe dá autoridade para falar sobre o assunto. No meio do funil, o público confia mais na sua empresa e encontra no conteúdo desta fase intermediária o ponto que falta para efetivar uma futura conversão.

Esteja disponível, tire dúvidas e se mantenha como autoridade no assunto.

Itens essenciais para criação de conteúdo

  • Crie conteúdos informativos, práticos e úteis para serem vistos e utilizados no dia a dia;
  • O conteúdo criado deve servir para quebrar eventuais objeções e receios que sua persona tem sobre o segmento ou sobre o produto/serviço;
  • Gere confiança: os conteúdos devem ser aprofundados, com informação detalhada e que agreguem valor ao público.

Ponto de atenção: Em relação à linguagem, é importante ainda tomar cuidado com o tom publicitário. Ao contrário do topo, porém, você pode ser um pouco mais vendedor e apresentar a solução que sua empresa oferece.

Fonte: Digitalks


Redação Grupo Studio