RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasImóvel financiado poderá ser garantia em novas operações de crédito

Imóvel financiado poderá ser garantia em novas operações de crédito

O Conselho Monetário Nacional aprovou as regras para que um imóvel financiado sirva de garantia em um novo empréstimo.

A medida vale para pessoas físicas e jurídicas. Funciona assim: o imóvel financiado passa a valer como garantia para que a pessoa possa pegar um outro empréstimo. O cálculo do empréstimo novo depende do valor de avaliação do imóvel, do saldo devedor e do tipo de financiamento.

A dívida total, o financiamento que já existe mais o crédito novo, não pode superar 90% do valor do imóvel, que é a garantia.

Por exemplo, se um imóvel vale R$ 300 mil e o saldo devedor do financiamento é de R$ 175 mil, o crédito máximo possível é de 90% do valor do imóvel, R$ 270 mil, menos esse saldo devedor, ou seja, R$ 95 mil no caso de financiamento pela tabela SAC.

O prazo de pagamento não pode passar do tempo que falta para quitar o financiamento atual. Os juros não podem ser maiores que os já contratados anteriormente.

Por enquanto, esse crédito novo só pode ser obtido com o mesmo banco do primeiro financiamento e esse dinheiro serve para qualquer finalidade.

O governo espera injetar até R$ 60 bilhões na economia.


Redação Grupo Studio