RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStudio BankFundos de investimento com cashback: você sabe como funciona?

Fundos de investimento com cashback: você sabe como funciona?

O sistema de cashback está cada vez mais em alta. Nesse esquema, é possível receber parte do valor gasto em uma compra, por exemplo, de volta. Mas como funcionam os fundos de investimentos com cashback?

É similar: quer dizer que os investidores podem ter parte do valor investido de volta. Dessa forma, há um “desconto” nos aportes e maior potencial de rentabilidade. Para compreender como isso é possível para gestoras e corretoras, é necessário compreender como os fundos de investimentos são distribuídos.

Para ser incluso em uma plataforma de investimentos, a gestora deve validar seu fundo. A partir daí, há a negociação do chamado rebate — quanto à corretora vai ganhar por hospedar o produto. Esse valor é calculado a partir da taxa de administração (e da taxa de performance, se houver).

Em corretoras que usam o modelo de distribuição com agentes autônomos de investimentos (AAIs), esses profissionais também ganham parte do rebate. No entanto, no sistema de cashback, essa porcentagem que iria para os AAI vai para você.

Os fundos de investimento que proporcionam cashback ao investidor ainda estão se popularizando no Brasil, mas é possível encontrar opções no Banco Inter e no Pi. Em alguns deles, é possível receber a quantia, que pode chegar a 50% do rebate, mensalmente.

Já é possível investir em fundos de diversas classes nesse esquema: multimercado, renda fixa… Para escolher o ideal para você, valem as mesmas regras: não apenas olhar a rentabilidade, mas também o histórico da gestora, entender onde seu dinheiro está investido e lembrar sempre da sua tolerância a risco.

Se você ainda não está certo de que fundo é o produto para você, há também plataformas que oferecem, em tempos de promoções, cashback em outros investimentos, como o CDB.

Fonte: SpaceMoney


Redação Grupo Studio