RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasDicas de marketing para pet shop

Dicas de marketing para pet shop

Fazer marketing para pet shop é, ao mesmo tempo, uma necessidade e um desafio. E pela mesma razão: esse é um mercado altamente competitivo, com grande potencial de faturamento, mas que exige muita estratégia e investimentos para se destacar.

Isso porque, com o aquecimento do mercado, cresce o número de empresas em busca de um lugar ao sol. E se destacar da concorrência se torna um desafio cada vez maior.

Afinal, como fazer marketing para pet shop?

Para escolher as melhores estratégias de marketing para pet shop, a primeira dica é conhecer o cliente.

A partir do momento em que descobre quais são seus desejos, necessidades e problemas, fica muito mais fácil cultivar relacionamentos duradouros.

Todo consumidor quer ser ouvido, então, é uma exigência se dedicar a estudar quem é a audiência do pet shop para pensar em oportunidades de conversão.

Posso imaginar que esteja se perguntando algo como: “Mas como estudar o público se ele é formado por clientes tão diferentes?”. Acertei?

Pois bem, essa é uma dúvida muito comum entre empreendedores não só de pet shops.

Mas pode ser facilmente respondida: com o estudo de buyer personas.

Basta investigar informações sobre o seu público e cruzar esses dados para identificar semelhanças.

E a partir dessas características em comum, criar personagens para direcionar melhor as suas estratégias de marketing e pensar em ações específicas.

Como todo plano de marketing se baseia no ciclo audiência, conversão e vendas, é preciso impactar as pessoas certas no momento em que mais precisam.

Ou seja, se dedicar a encontrar as oportunidades mais relevantes para aumentar as vendas.

Mas, tudo isso, sem deixar de lado a preocupação em transmitir a credibilidade e segurança que o cliente necessita.

Afinal, pet shops trabalham para oferecer bem-estar e qualidade de vida aos animais de estimação de seus clientes. E, claro, para reduzir a preocupação deles.

Ninguém vai se sentir seguro em comprar produtos ou contratar serviços de uma empresa que não demonstre preocupações reais com o bem-estar, higiene, qualidade de vida e saúde dos bichinhos.

Ações

Firmar parcerias é uma ótima forma de fazer um pet shop crescer.

Sabe por quê?

Porque é uma maneira de preencher as lacunas existentes no segmento e solucionar os problemas dos seus clientes de modo ainda mais completo.

Se identificou que muitos clientes preferem oferecer uma alimentação mais saudável, pode apostar em uma marca de ração orgânica ou vegana.

Já se percebeu que têm pets com temperamento difícil, vale apostar em adestradores.

E o mesmo vale caso se preocupem em trabalhar fora e deixar o cão sozinho em casa com tecnologias de monitoramento e alimentação programada, agregando serviços como hotel e dog walker.

Isso significa tornar o serviço oferecido pelo pet shop ainda mais completo.

Só não se esqueça de divulgar para o público essas parcerias estabelecidas. Use as redes sociais e o seu próprio caixa para isso.

Adoção

Grande parte do público que ama pets costuma se envolver em causas como a luta contra o abandono de animais de estimação.

Usar isso como oportunidade para sair na frente também é uma boa ideia.

Basta promover uma campanha ou um evento para incentivar a adoção de animais sem dono.

É uma forma de mostrar para o público o quanto a sua empresa está engajada na causa e também de conquistar possíveis clientes futuros.

Já ouviu falar em marketing social? Nada mais é do que unir ações de marketing com ações sociais.

E isso funciona muito bem dentro do marketing para pet shop: ajuda a transmitir a imagem de que sua empresa é consciente e preocupada com os animais.

É uma estratégia que chama a atenção do público, que valoriza cada vez mais pet shops atentos ao mundo ao seu redor.

Você pode fazer isso ao firmar parceria com ONGs para arrecadar rações para animais ou conscientizar pessoas contra o abandono, por exemplo.

Campanhas de vacinação e feiras de adoção são outras oportunidades que também podem ser trabalhadas nesse tipo de parceria.

Tudo pode funcionar bem, desde que haja planejamento.

Eventos

Cansou de ouvir aquela expressão popular que diz que quem não é visto não é lembrado?

Então, evite cair no esquecimento dos clientes ao participar de eventos do segmento pet.

Funcionam como boas oportunidades para expor produtos e serviços para um público interessado.

Cupons de desconto

Identificou que tem clientes que não entram em contato há muito tempo? Que tal oferecer cupons de desconto para que voltem?

O mesmo vale se perceber que um cliente compra todo mês o mesmo produto como, por exemplo, um ração.

Quando você cria um cupom de desconto personalizado, chama a atenção dele e demonstra que se preocupa em oferecer a melhor experiência.

Assinatura

Falando em estratégia de marketing para pet shop e fidelização de cliente, outra boa pedida é o serviço de assinatura.

Com ele, você pode reduzir custos ao vender pela internet e fidelizar pessoas que já costumam comprar seus produtos ou serviços.

Funciona assim: sua empresa separa quais produtos podem ser oferecidos em assinatura e o cliente faz pagamento periódico para recebê-los sem sair de casa.

A principal vantagem para o pet shop é a fidelização do cliente e a previsibilidade sobre as receitas.

Já para o cliente, a comodidade de receber as mercadorias que precisa para o seu animalzinho no conforto do seu próprio lar.

Networking

Trocar experiências e indicações é uma forma de alimentar cada vez mais o networking do seu pet shop.

O que ajuda sua empresa a se tornar mais recomendada e, consequentemente, mais conhecida.

Promoções

Promoção soa como uma palavra mágica para alguns tipos de consumidores – e melhor ainda se for criativa.

Pet influencers

Engana-se quem pensa que influenciadores digitais só podem ser humanos.

Quem nunca visitou o perfil da Grumpy Cat, que tem mais de 2,7 milhões de seguidores, e Manny The Frenchie, com 1,1 milhão, não faz ideia do que está perdendo.

Os animais também fazem sucesso nas redes sociais e o mercado de pet influencers já movimenta bilhões todos os anos.

Mas quer uma dica extra para não precisar gastar tanto dinheiro ao propor parcerias com influenciadores do segmento?

Procure aqueles que fazem mais sucesso localmente, ou seja, que têm mais engajamento aí na sua região.

Deixar comentários fofos ou enviar brindes personalizados já é um começo.

Quanto melhor seu pet shop se relacionar com eles, mais tenderão a se tornar embaixadores dele ou a divulgarem seus produtos ou serviços espontaneamente.

Dicas:

  • Use redes sociais
  • Tenha um bom site
  • Tenha um blog
  • Faça anúncios pagos
  • Use e-mail marketing
  • Esteja no Google Meu Negócio
  • Ofereça atendimento online
  • Tenha um e-commerce
  • Estudo SEO
  • Produza vídeos

Fonte: Neilpatel


Redação Grupo Studio