RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioNotíciasBNDES articula um ‘sindicato’ de bancos em plano de socorro

BNDES articula um ‘sindicato’ de bancos em plano de socorro

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) articula formar uma espécie de “sindicato” de bancos para prestar socorro emergencial a grandes empresas de setores que estão enfrentando dificuldades por causa da pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O plano envolveria ao menos 4 das maiores instituições financeiras do país: Itaú Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil. Também contaria com a participação de investidores institucionais. As informações foram divulgadas na manhã desta 4ª feira (15.abr.2020) pelo jornal Valor Econômico.

De acordo com o jornal, o projeto visa a “operações combinadas”, com emissão de debêntures conversíveis em ações, “warrants” –opção de compra de ações associadas a emissões de títulos privados–, alongamento de dívidas e novos empréstimos.

Em 1 primeiro momento serão favorecidas as grandes varejistas não alimentícias, a indústria automotiva e companhias aéreas, que já anunciaram cancelamento de 90% dos voos.

A proposta é encontrar soluções financeiras de mercado para socorrer as companhias, sem o uso de recursos públicos. O caso de cada empresa será analisado individualmente pelo grupo para traçar uma estratégia eficaz e personalizada.

Nesta quarta-feira (15.abr), o Senado Federal vota o “Orçamento de Guerra” que possibilita, entre outras coisas, que o Banco Central também compre títulos privados para ajudar empresas em período de calamidade. A Casa tem maioria formada para aprovar o projeto.

Fonte: Valor Econômico


Redação Grupo Studio