RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioStartHubComo proteger o seu investimento aplicando em startups

Como proteger o seu investimento aplicando em startups

Quantas empresas tradicionais não existem mais e foram substituídas por startups? Há diversos exemplos, a maioria deles muito batidos e comentados nos últimos anos por (e para) quem está neste mundo de inovação.

Kodak, Blockbuster, Atari, Blackberry, Nokia, entre outras: todas essas empresas eram líderes mundiais e algumas inclusive deram origem ao segmento de atuação. Mas não tiveram a capacidade de mudar na velocidade necessária e foram atropeladas por novas concorrentes, que rapidamente tomaram uma boa parte da sua fatia de mercado.

No caso da Kodak, por mais que ela tivesse investido na câmera digital de sua criação, apenas teria adiado em mais alguns anos o seu fracasso. Isso porque, hoje em dia, só quem gosta muito de fotografia compra uma máquina fotográfica digital.

Em alguns casos, é difícil inclusive de identificar de onde virá o concorrente. Gostamos muito do conceito de inovação para grandes empresas, o qual diz que a única forma delas inovarem é criando uma nova empresa, totalmente separada.

Inclusive em um espaço físico diferente, e com potencial de matar a empresa mãe. É só assim que aquele grupo econômico se torna capaz de continuar liderando o segmento. O problema é que ainda não conhecemos nenhuma grande empresa que aja nesse sentido.

O caminho, por enquanto, tem sido o de comprar empresas que começam a despontar, mas não acreditamos que essa seja a escolha correta. Isso porque, por mais que as mantenham separadas, no processo de superação da empresa mãe pela empresa adquirida esta vai sendo sufocada e perdendo o diferencial que a fez chegar onde chegou.

E como você, investidor, pode proteger seus investimentos para que eles não virem pó por um concorrente inesperado?

Uma ideia é investir nas empresas que possuem o potencial referido ao longo do texto. É fácil encontrá-las? Certamente não. Mas é fácil identificar o segmento e, então, prosseguir com a criação de um portfólio de startups que permita que você proteja o seu investimento das possíveis situações futuras.

Conheça alguns segmentos onde você pode investir em startups, pois serão os próximos setores a serem transformados pelas novas empresas digitais:

  • Financeiro: fintechs
  • Varejo: realidade aumentada, big data
  • Hotéis e construção civil: construtechs
  • Agro: agrotechs
  • Saúde: healthtechs
  • Restaurantes: robótica, nanoalimentos


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio