RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioVarejo10 passos para o sucesso no varejo de autopeças

10 passos para o sucesso no varejo de autopeças

O Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), informou que, no ano passado, o varejo de autopeças apresentou um crescimento de 30% nos valores de investimentos em comparação a 2017. 

Outro ponto a ser observado é a tendência e crescimento incontrolável das lojas virtuais no comércio eletrônico, que colocou o Brasil entre os 10 países com maior receita de e-commerce por usuário no ano passado. De 2016 para cá, a categoria de autopeças obteve um crescimento muito expressivo, atingindo 3% de participação no faturamento do comércio brasileiro. Por isso, neste artigo sobre o varejo de autopeças, vamos citar alguns passos fundamentais para que sua loja física ou comércio eletrônico ganhe mais visibilidade e tenha cada vez mais sucesso. 

  1. Faça um planejamento: o primeiro passo para desenvolver qualquer negócio é o planejamento. Aqui, você vai definir os aspectos mais importantes para o funcionamento operacional do seu negócio, como qual é o seu público-alvo, qual é o melhor canal de venda, (redes sociais, websites, marketplace, etc.), quais são as formas de pagamento mais adequadas, além de procurar entender mais sobre as tributações e concepções jurídicas. Analisar o que a concorrência está fazendo também é um bom começo, e diria até que fundamental, pois, assim, você pode ter maior compreensão sobre o que pode ou não dar certo.
  2. Logística: esse vai ser um dos seus maiores desafios, uma vez que a administração do envio das peças e controle do estoque devem ter um cuidado rigoroso. O cliente quer receber o produto o mais rápido possível e, por isso, é imprescindível que você monitore essa gestão com muita atenção para garantir a satisfação do cliente. Além disso, dê preferência por empresas de transporte que ofereçam segurança e garantia de entrega.
  3. Canais de relacionamento: o ambiente virtual proporciona que o cliente navegue livremente por seu varejo de autopeças e faça sua escolha sem ser abordado ou interrompido por um vendedor, como acontece na loja física. Porém, é importante que você disponibilize canais de atendimento online como chat e e-mail com o qual possa tirar dúvidas, fazer alguma reclamação ou solicitar mais informações do produto. Procure sempre respondê-lo o mais rápido possível – do contrário, você estará sob pena de que ele desista da compra.
  4. Tenha um site funcional: o site é o canal de venda mais completo comparado à loja física. Procure torná-lo o mais funcional e intuitivo possível. O cliente precisa ter uma boa impressão do seu comércio já desde o site, por isso, facilite a experiência dele nesse momento. Utilize imagens nítidas, o mínimo de anúncios possível, cores das letras que contrastem com o fundo e, o mais importante: monitore a velocidade operacional do site, pois, se o site demora para abrir, a probabilidade de o cliente desistir da compra é grande.  
  5. Seja verdadeiro: evite fazer uma promessa que você não vai conseguir cumprir, como prazos de entrega ou frete grátis. Dê opções de escolha conforme a sua disponibilidade, mas cuidado para não deixar o cliente confuso. Se você demonstrar respeito e honestidade, há grandes chances de fidelizá-lo, e essa é uma façanha e tanto!  

                                                                          

  1. Tenha uma boa equipe: para agregar mais valor à sua loja, você precisa ter uma equipe capacitada para atender questões relacionadas à imagem do seu negócio. Além de um bom atendimento no balcão, a atenção com os clientes online também deve ser prioridade. Por isso, treine sua equipe para que sejam os melhores em qualquer canal de atendimento. Dessa forma seu varejo de autopeças ganha mais do que clientes, ganha admiradores. 
  2. Anúncio patrocinado: aposte nos anúncios! Seja dentro das redes sociais ou em mecanismos de busca como Google, uma boa maneira de movimentar seu e-commerce é fazer investimentos em anúncios pagos. É interessante fazer alguns testes e iniciar com uma pequena verba. Acompanhe os resultados e vá ajustando conforme sua estratégia. 
  3. Promoção: a promoção é uma ferramenta de marketing muito popular para atrair e fidelizar cada vez mais seus clientes. Você pode oferecer descontos progressivos, entrega gratuita ou dar um brinde quando o cliente comprar. Porém, vale lembrar que você deve estabelecer um objetivo para a promoção e um prazo. 
  4. Plataformas alternativas: faça anúncios dentro de sites parceiros de compra e venda. Hoje já existem mais de 10 opções de plataformas para anúncio de mercadorias, como Mercado Livre e OLX, onde você tem a opção de anunciar gratuitamente. Quanto mais disseminados estiverem os seus produtos, quanto maior for o alcance do seu canal de venda, maiores serão as chances de o cliente comprar
  5. Domine o assunto: mostre que você também está atento às mudanças e domina o mercado em que atua. Publique notícias e artigos sobre como o setor de autopeças movimenta a economia, por exemplo, ou sobre como funciona o varejo de autopeças no Brasil. Compartilhar esse tipo de conteúdo em suas redes sociais demonstra que você é especialista no assunto, o que gera maior confiabilidade ao cliente na hora de decisão da compra.

Tornar-se competitivo é pré-requisito, tanto no mercado convencional, quanto no mundo virtual. Aposte nas estratégias citadas acima e faça o possível para buscar seu diferencial dentro do mercado. Agradar o cliente é um desafio diário, portanto, quanto mais você se empenhar em minimizar a margem de erro, maior será a probabilidade de a sua loja de autopeças ter sucesso.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio