RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioE-Contábil7 erros de contabilidade que podem comprometer sua empresa

7 erros de contabilidade que podem comprometer sua empresa

Em qualquer empresa, seja qual for o ramo de mercado, o setor contábil é fundamental para a manutenção da saúde financeira do negócio. O exercício das atribuições do contador consiste em definir a tributação devida pela companhia, controlar o fluxo de caixa, gerir as finanças empresariais, entre outras funções essenciais. 

Portanto, para que a empresa mantenha em dia o cumprimento de suas obrigações com a Receita Federal e defina, de forma inteligente, a aplicação dos seus recursos financeiros, o setor contábil irá elaborar um planejamento tributário e financeiro que compreenda a dinâmica da companhia, de modo a proporcionar a sua potencialização lucrativa. 

A gestão financeira é um dos pilares estruturais de um negócio, pois, considerando os riscos envolvidos em uma atividade empreendedora, o planejamento prévio da política econômica empresarial irá auxiliar na tomada de decisões importantes, que serão fundamentais para o futuro da empresa.

Dada a relevância das funções exercidas pelo contador, os erros de contabilidade podem afetar gravemente o bom funcionamento da empresa, que se verá diante de uma crise financeira e institucional. Portanto, cometer erros de contabilidade é uma hipótese que deve ser evitada a todo custo, devido à possibilidade de grandes perdas econômicas para a companhia. 

O setor contábil, como medida para evitar os erros de contabilidade, poderá valer-se de um software de gestão, que permite o maior controle das finanças da empresa, contemplando, assim, todas as movimentações e transações, realizadas no dia a dia.

7 erros de contabilidade

Apesar de alguns serem erros mais comuns, é necessário todo o cuidado para que não ocorram, pois podem comprometer o andamento das atividades da companhia, trazendo resultados negativos.

1- Não elaborar um planejamento tributário

Considerando a alta carga tributária devida pelas empresas brasileiras, a contabilidade empresarial possui, como uma de suas principais funções, o dever de elaborar um planejamento tributário que possibilite a elisão fiscal, reduzindo os tributos devidos, dentro dos limites da legalidade. 

Dessa forma, por meio do enquadramento correto da empresa em um regime fiscal mais vantajoso, será possível que o setor contábil estipule meios de não incidir em determinados fatos geradores, preservando, assim, os recursos financeiros da companhia.

2- Ignorar princípios fundamentais da contabilidade

Os princípios fundamentais da contabilidade exercem o papel de orientar e direcionar a atividade dos contadores, para que adotem uma postura de transparência e competência no exercício de suas atribuições. Os deveres de um bom contador se baseiam nesses princípios, que irão refletir nos resultados obtidos pela empresa ao final de cada período. 

O princípio da prudência, de ampla aplicação prática, visa coibir a supervalorização de ativos por meio do equilíbrio e da real correspondência entre os valores de ativos e passivos, considerando a depreciação, para fins de uma descrição patrimonial verdadeira, que viabilize a tomada de decisões importantes.

3- Declarar o IRPJ incorretamente

Uma vez recolhido o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica, é necessário fazer a sua declaração. O contador, por meio da Escrituração Contábil Digital, irá proceder com essa declaração que dependerá do regime de tributação adotado pela empresa para a definição dos valores devidos. 

Os prazos de entrega dessas declarações são regulamentados pela Receita Federal, que podem ser feitos de forma anual ou trimestral. Portanto, por se tratar de um tributo que incide diretamente sobre o faturamento da companhia, a declaração do IRPJ, quando feita de forma incorreta, expõe a empresa ao Fisco, que irá impor multas e demais sanções previstas, sendo um dos mais graves erros de contabilidade.

4- Não documentar as movimentações e atividades financeiras

Considerando a dinâmica das atividades realizadas por uma empresa, toda ação terá repercussão no âmbito financeiro e fiscal. Dessa forma, é essencial que o setor contábil faça o registro devido dessas movimentações, por meio da documentação adequada. 

Os documentos financeiros e fiscais de uma companhia viabilizam o controle da gestão financeira e do fluxo de caixa, sendo utilizados, ainda, em futuras fiscalizações e auditorias, para análise da atuação empresarial, por parte da Receita Federal.

5- Não elaborar um plano estratégico-financeiro

Para que a empresa cresça, e adquira autoridade no mercado, a gestão empresarial deverá contar com um plano de atuação estratégico, que estipule diretrizes e parâmetros para a dinâmica financeira da companhia, de forma a viabilizar o emprego inteligente de capital. O contador, portanto, deve proceder com a elaboração desse plano, que reflete as práticas contábeis exercidas rotineiramente.

6- Erro no cálculo da carga tributária

Assim como no caso do IRPJ, o erro no cálculo dos demais tributos devidos pela empresa é um dos erros de contabilidade que põem a companhia em risco de ser multada e penalizada pelo descumprimento de suas obrigações fiscais. 

Portanto, para evitar este cenário, a equipe contábil deve sempre revisar os cálculos feitos e, ainda, contar com sistemas tecnológicos avançados que, por meio de programas e softwares desenvolvidos, realizam os cálculos corretamente e de maneira automática.

7- Deixar de emitir notas fiscais

A emissão de notas fiscais é uma das formas de comprovar as transações financeiras realizadas pela empresa e, especialmente, para o controle de entradas e saídas de caixa, fornecem todos os dados e informações relevantes, para posterior apuração dessas movimentações. 

É essencial que o contador emita, sempre que necessário, as notas fiscais referentes às atividades, pois a negligência dessa atribuição pode acarretar muitos prejuízos para o negócio.

A importância do Código de Ética Profissional do Contador

O Código de Ética Profissional do Contador traz as principais diretrizes, bem como as prerrogativas que orientam as atividades e a conduta profissional do contador, para que exerça com excelência e competência suas atribuições. 

A aplicação deste Código de Ética norteia as atividades do setor contábil, evitando possíveis erros de contabilidade e garantindo uma prática contábil otimizada que proporcione resultados satisfatórios para a empresa.

A E-Contábil como solução para os erros de contabilidade

A E-Contábil, por meio do uso do recursos tecnológicos avançados, oferece os serviços de escrituração fiscal, emissão de guias, balancetes, consultoria mensal, folha de pagamento, escrituração contábil, controle de estoques, entre outras atividades essenciais, que garantem o cumprimento das obrigações tributárias por meio da inteligência fiscal. 

Contando com especialistas de cada segmento, a E-Contábil proporciona uma gestão financeira otimizada, voltada especialmente para as práticas da empresa e gestão fiscal. Por meio de uma plataforma online, o controle e a gestão contábil são simplificados, fornecendo resultados de forma automática, evitando os erros de contabilidade, que eram comumente cometidos pela equipe de contadores.

Para automatizar e simplificar a gestão contábil de sua empresa, solicite o contato com um profissional da área e desfrute os diferenciais oferecidos pela E-Contábil.


Leia mais:

Assista também:


Redação Grupo Studio