RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioBanana StartupsConheça 3 startups com foco em combustível

Conheça 3 startups com foco em combustível

Você com certeza já utilizou os serviços de alguma startup, mesmo que não saiba. Afinal, elas estão amplamente presentes em todos os segmentos de mercado. 

Empresas como Uber e Ifood fazem parte dessa categoria que, por definição, compreende empreendimentos baseados na tecnologia, que trazem conceitos inovadores e conseguem ter um crescimento escalável e rápido. Nascidas com o avanço da internet, as startups são uma classe já consolidada em todo o mundo. 

De acordo com Associação Brasileira de Startups (Abstartups), o Brasil conta com mais de 12 mil startups em atividade. Em 2011, esse número era de mais de 600 empresas desse tipo, o que representa um crescimento de 20 vezes nos últimos oito anos. 

O sucesso das startup não se limita a atividades como transporte e alimentação, tendo alcançado até mesmo setores antes vistos como mais tradicionais, como é caso do abastecimento de combustíveis. Neste artigo, vamos introduzir três startups com foco em combustível.

Conheça 3 startups de combustível

ClubPetro

A ClubPetro é uma startup criada em 2011 em Minas Gerais por empreendedores que queriam revolucionar os negócios de postos de combustível. A ideia surgiu a partir da experiência dos fundadores, Breno e Ricardo Pires, com dois postos familiares.

Neles, era utilizado um programa de fidelidade terceirizado para os clientes, o que tornava o acesso aos dados cadastrais de cada um mais difícil e impossibilitava a criação de estratégias mais personalizadas.

Breno e Ricardo tiveram então a ideia de desenvolver um programa de fidelidade próprio, no qual os consumidores pontuavam a cada litro abastecido e podiam trocar os pontos por diferentes premiações. A estratégia fez com que as vendas de combustível nos postos da família crescessem exponencialmente. 

Assim, a partir de 2016, o software da ClubPetro passou a ser aplicado em outros postos, chegando a operar em mais de 900 empreendimentos, que acumulam 4 milhões de clientes em suas bases de dados.

Atualmente, o software não se restringe mais à fidelização de consumidores, tendo se tornado uma “aceleradora de resultados” dos postos de abastecimento. Isso porque reúne dados de inteligência comercial, mostra a origem dos usuários, metas de venda e o volume vendido em cada estabelecimento. Assim, funciona como uma ferramenta para o posto vender mais e aumentar a sua rentabilidade.

Pronto Combustíveis

Outra iniciativa do ramo é a Pronto Combustíveis, fundada pelo empresário Pedro Henrique Oliveira em 2017. O aplicativo tem o objetivo é facilitar o acesso de proprietários de postos de abastecimento a fornecedores, agilizando processos.

A Pronto Combustíveis tem ferramentas para pesquisa de preços, realização de compras e solicitação de crédito. Além disso, conecta os postos a caminhoneiros e transportadoras. Dessa forma, é uma opção especialmente vantajosa para pequenos e médios negócios, que não têm ampla estrutura de planejamento financeiro e logístico.

Hoje o app já conta com mais de mil postos de combustível parceiros, movimenta aproximadamente R$ 35 milhões a cada mês em transações e segue expandindo as operações.

Azul

A Azul é uma startup portuguesa que surgiu com a proposta de levar o combustível até a casa dos clientes. O Serviço de abastecimento a domicílio tem se destacado principalmente no contexto da pandemia de coronavírus, pois apresenta uma proposta para evitar filas e contatos.

A equipe da Azul é composta por motoristas qualificados e transporta o combustível em veículos comerciais até pessoas particulares ou empresas, onde quer que elas estejam. Assim, os clientes poupam o tempo e o incômodo de se deslocarem até os postos.

Startups de combustível: participação na nova economia

Nova economia é um termo criado nos anos 1990 para descrever um tipo emergente de relação econômica, baseada em prestação de serviços e não mais em produtos físicos. Essa denominação se deve às empresas que surgiram pela internet oferecendo novos modelos de negócio, como é o caso das startups.

Essas empresas ajudam a movimentar a economia brasileira e mundial, gerando diversos postos de trabalhos e oportunidades de negócio. No Brasil, em 2019, mais de 2,9 bilhões de dólares em capital de risco foram injetados em startups nacionais, de acordo com o estudo Venture Capital Brasil.

Entre as startups brasileiras, onze já são consideradas como unicórnios, ou seja, têm valor de mercado superior a 1 bilhão de dólares. Essas empresas são responsáveis por revolucionar diversos segmentos  e modernizar a prestação de serviço tradicional, criando novas oportunidades e aumentando a rentabilidade.

Nesse contexto, a Banana Startups foi criada pelo Grupo Studio com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento de startups. Esse processo é feito por meio de uma rede especializada de investidores, mentores, stakeholders e uma assessoria completa que permite criar estratégias assertivas para o crescimento da empresa.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

VÍDEOS RELACIONADOS


Redação Grupo Studio