RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalLogística tributária: entenda o que é e como funciona?

Logística tributária: entenda o que é e como funciona?

Logística tributária: entenda o que é e como funciona?


A logística tributária é um processo estratégico que aproveita a própria legislação para promover uma gestão dos impostos mais vantajosa. Com ela, é possível reduzir a carga de obrigações e até recuperar créditos, já que muitas empresas pagam valores a mais.

Diversas organizações faturam bem, mas a lucratividade não alcança os patamares desejados por causa do excesso de impostos. É verdade que o Brasil tem uma das mais elevadas cobranças de tributos do mundo. Por outro lado, com a logística tributária, dá para aproveitar muitos incentivos e isenções que o próprio poder público proporciona.

O problema é que muitos líderes não têm ideia do quanto a empresa gasta desnecessariamente com taxas, tarifas e afins. Isso é compreensível, já que há uma diversidade enorme de tributos federais, estaduais e municipais, que sofrem mudanças constantes.

Por isso, é fundamental criar táticas de otimização da gestão de impostos, que precisa ser planejada, assim como qualquer outra operação do negócio. Quer saber mais? Então, confira este post!

O que é a logística tributária?

A logística tributária é um conjunto de procedimentos para reduzir os gastos com impostos por meio de um minucioso planejamento tributário. Assim, sua empresa passa por uma detalhada avaliação.

Com base nesse parecer, a gestão de tributos será redesenhada, colocando a organização em contextos mais favoráveis. Esse trabalho é exclusivamente administrativo, e não jurídico.

Como a logística tributária ajuda na redução de custos?

No Brasil, não existe uma lei fiscal única para as atividades que envolvem a distribuição e o transporte de mercadorias, o que torna a logística tributária fundamental na queda de gastos.

Se o gestor investir na logística tributária, saberá quanto suas operações custam em impostos em cada município ou estado. Assim, ele poderá mudar de endereço para encontrar lugares mais interessantes, por exemplo. Além disso, é viável recorrer à recuperação do crédito tributário, já que é muito frequente que as empresas paguem tributos a mais do que o exigido.

Como ela funciona na prática?

A logística tributária indica maneiras mais inteligentes para a empresa pagar seus impostos. Quer conhecer algumas delas? Basta acompanhar nosso resumo logo a seguir:

  • barrar a incidência de impostos: um exemplo é quando uma companhia transfere a sua sede para obter isenções tributárias de prefeituras ou de governos estaduais;
  • diminuir o valor cobrado: a empresa pode fazer um estudo para descobrir outro regime tributário que gere uma carga de impostos mais suave;
  • prorrogar o pagamento: é viável impedir a execução de pagamentos de impostos antes da apuração do lucro. No regime de caixa, por exemplo, a cobrança tributária vem no dia que a empresa receber. Já no de competência, ela paga o tributo na data do fato gerador;
  • revisar os tributos federais: identifica valores pagos a mais e os recupera por meio da própria legislação.

O que fazer para conquistar uma logística tributária eficiente?

Você deve estar se perguntando: “mas como pôr a logística tributária para funcionar?”. Para acabar com as dúvidas, confira algumas dicas de como fazer uma gestão de impostos exemplar.

Otimize a distribuição geográfica

Como estados e municípios oferecem diferentes tipos de isenções e incentivos fiscais, estude os locais que favoreçam a sua organização. Se for preciso, providencie as transferências necessárias.

Fique de olho nas mudanças na lei e nos sinais dos governos

Os líderes devem acompanhar as alterações na lei, bem como as intenções divulgadas pelos poderes públicos em relação aos tributos. Assim, a empresa evita erros e surpresas negativas. Pagar impostos com atrasos, por exemplo, gera multas salgadas.

Contrate consultorias especializadas

É possível contratar consultorias especializadas em logística tributária. Desse modo, você conquista soluções em auditoria fiscal com o objetivo de identificar os impostos pagos a mais. São serviços que ajudam a recuperar esse crédito. Essas orientações incluem um mapeamento detalhado para encontrar maneiras personalizadas de reduzir a carga tributária.

Como você pôde notar, a logística tributária é complexa, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Com as atitudes certas, você facilmente pagará menos impostos. O resultado será uma margem maior de lucro.

O que achou do nosso post? Quer ficar por dentro das novidades tributárias? É bem fácil: assine a nossa newsletter e receba sempre as últimas novidades sobre esse tema!


Redação Grupo Studio