RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio Fiscal7 passos para fazer seu planejamento tributário na prática

7 passos para fazer seu planejamento tributário na prática

7 passos para fazer seu planejamento tributário na prática

Todo início de ano, muitas empresas entram em regime intenso de trabalho para conseguir cumprir com todas as obrigações fiscais. A falta de planejamento tributário faz com que um processo que deveria ser relativamente simples se torne uma dor de cabeça para os gestores das empresas.

Muita energia e tempo podem ser poupados com alguns passos simples para colocar um planejamento tributário em prática. Se a sua empresa ainda não tem como hábito realizar algumas atividades para pôr ordem na gestão fiscal, continue lendo e entenda os passos básicos para criar essa organização.

 

Planejamento tributário

O planejamento tributário consiste no desempenho de atividades que visam otimizar os gastos e o trabalho empresarial com as obrigações fiscais. Para isso, os gestores responsáveis devem analisar os processos e regimes aos quais a empresa está submetida e buscar formas de fazer com que os custos envolvidos diminuam.

Uma vez que podemos atribuir à tributação grande parcela dos custos de manter uma empresa operando, procurar redução legal de tributos por meio da estruturação do negócio e do planejamento tributário é uma prática empresarial legítima que deve ser incentivada.

A construção de um planejamento tributário deve seguir uma lógica que respeite a hierarquia organizacional e zele pelas necessidades da empresa. Por isso, alguns fatores de planejamento podem variar caso a caso.

No entanto, existem alguns passos essenciais que podem orientar a grande maioria das empresas. Veja a seguir quais são eles:

1. Compreenda a empresa

Primeiramente, para criar um planejamento coerente é preciso ter conhecimentos específicos acerca da natureza da empresa e do trabalho desenvolvido. Isso quer dizer: conhecer os ciclos do negócio, a estrutura na qual a empresa se apoia, suas dependências e carências, além, é claro, das suas obrigações fiscais e regime tributário.

2. Estipule objetivos e metas

Tendo diagnosticado a situação atual da empresa, é recomendável criar objetivos e metas de planejamento para estimular o trabalho em torno da otimização dos custos. Isso pode ser feito coletivamente, demonstrando que o desempenho e a participação de todos os envolvidos é importante.

3. Trabalhe com um cronograma

Para evitar o vencimento de prazos, atrasos com documentação, mal-entendidos técnicos, imprevistos administrativos ou outras eventualidades que podem comprometer a empresa, é fundamental estabelecer um cronograma. O papel dele deve ser organizar as atividades de acordo com prazos e prioridades, facilitando o bom andamento das obrigações tributárias.

4. Antecipe os documentos

Essa é uma atitude preventiva que poupa tempo e pode evitar mal-entendidos na hora de processar a documentação. Coletar os documentos com antecedência, além de agilizar os processos, previne que erros porventura cometidos comprometam todo o planejamento da empresa.

5. Crie grupos de trabalho

Criar grupos de trabalho por especialidade (jurídica, legislativa, contábil etc.) é uma forma de otimizar o andamento do trabalho. Separando por especialidade, os erros e as possíveis melhorias serão mais facilmente percebidos e corrigidos.

6. Projete possíveis cenários

Antecipar possíveis mudanças e imaginar quais serão as condições enfrentadas em diferentes cenários é muito importante para a empresa não ser pega de surpresa e ter como reagir às adversidades. Antecipando os problemas, a empresa pode antecipar reações, inclusive tirando vantagem dessas situações frente à concorrência.

7. Faça avaliações periódicas

Rever periodicamente o planejamento tributário é fundamental para propor alterações e correções necessárias, que são naturais em qualquer planejamento. O planejamento deve ser seguido, mas também deve ser flexível para não engessar o trabalho.

Uma boa conduta é submeter o planejamento à avaliação de agentes externos, que podem contribuir com outro olhar sobre o que vem sendo feito e propor alterações.

Se a sua empresa se encontra em vias de criar ou revisar o seu planejamento tributário, entre em contato com a Studio Fiscal no chat on-line à sua direita. Teremos prazer em tirar dúvidas e sugerir alterações para que o seu planejamento seja bem-sucedido!

 


Acesse nossos eBooks gratuitos:

Guia da Consultoria Tributária – A forma mais segura de sua empresa pagar menos impostos
Manual da gestão tributária: Guia prático para empresários

 


Redação Grupo Studio