RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio BrokersFusões & Aquisições: Destaques da semana

Fusões & Aquisições: Destaques da semana

Fusões & Aquisições: Destaques da semana

 

“Market Movers” – Brasil

  • Consórcio Porto Santarém arremata as duas áreas; outorga total foi de R$ 68,2 mi. O Consórcio Porto Santarém, composto por Petróleo Sabba (joint-venture entre Raízen e IB Sabba) e Petrobras Distribuidora S/A, foi o grande vencedor do leilão das áreas STM04 e STM05, no Porto de Santarém (PA), arrematando ambos os terminais.23/03/2017

“Market Movers” – Exterior

  • Henkel adquire Pravana e Tec Italy, marcas mexicanas de produtos profissionais para cabelos. A Henkel, grupo alemão que atua na área de higiene pessoal, assinou um acordo para a compra da Nattura Laboratorios S.A. de C.V., empresa sediada em Guadalajara, no México, e suas afiliadas nos EUA, na Colômbia e na Espanha. A operação abrangeu, entre outras, as marcas Pravana e Tec Italy, líderes do mercado de produtos profissionais para cabelos, um dos principais segmentos de atuação da Henkel. No ano fiscal de 2016, as vendas nesse setor movimentaram mais de 100 milhões de euros.20/03/2017
  • Fusão cria maior operadora de telefonia da Índia. O braço indiano da gigante de telefonia britânica Vodafone anunciou uma fusão com a Idea Cellular para criar a maior operadora de telefonia da Índia, com o objetivo de combater o avanço da Reliance Jio. “A empresa (fruto da fusão) poderia converter-se no maior provedor de comunicações da Índia, com quase 400 milhões de clientes, 35% de participação de mercado no que diz respeito a clientes e 41% de cota de mercado em faturamento”, completa o comunicado. A nova empresa está avaliada em 23,2 bilhões de dólares, somando os 12,4 bilhões da Vodafone India e os 10,8 bilhões da Idea Cellular, de acordo com a Bloomberg News. 20/03/2017

M & A – VENDA

  • BRF busca vender unidade halal em meio a investigação, dizem fontes. As ofertas de aquisição de uma participação minoritária na One Foods Holdings, que tem sede em Dubai, vencem na semana que vem. A gigante brasileira de alimentos BRF está levando adiante os planos de vender uma participação de sua unidade de alimentos halal em meio a uma investigação federal sobre a venda e a exportação de carne estragada pela empresa controladora, disseram pessoas com conhecimento do assunto. As ofertas de aquisição de uma participação minoritária na One Foods Holdings, que tem sede em Dubai, vencem na semana que vem, disseram as pessoas, pedindo anonimato porque os detalhes não são públicos. A BRF ainda busca uma avaliação de cerca de US$ 5 bilhões para o negócio, que produz frangos e salsichas que respeitam os padrões halal e tem o Oriente Médio como maior mercado,  22/03/2017

M & A – COMPRA

  • Amil vira maior candidata para levar Notredame Intermédica. A Notredame Intermédica, controlada pela Bain Capital, pode acabar nas mãos da Amil, que segue ampliando sua presença no mercado do desde que foi adquirida pela norte-americana United Health. A Notredame, que teria sido avaliada em R$ 5 bilhões, tem trabalhado em um processo chamado de ‘dual track’: ao mesmo tempo que procura investidores, planeja uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) e já possui, até mesmo, bancos contratados para estruturar a operação.23/03/2017

 

 

PRIVATE EQUITY

  • Advent desiste de comprar Laboratório Teuto, dizem fontes. Em novembro, a Advent e uma série de companhias fizeram ofertas não vinculantes pela Teuto, uma joint venture entre a Pfizer e a família Melo. A empresa norte-americana de investimentos Advent desistiu de comprar o Laboratório Teuto Brasileiro, deixando a rival Bain Capital como única interessada na fabricante de medicamentos genéricos, afirmaram duas fontes com conhecimento direto do assunto nesta quinta-feira. 22/03/2017
  • Gestora de private equity H.I.G. entra no setor no país . A gestora de fundos de private equity H.I.G. Capital montou uma estrutura para investir no segmento imobiliário no Brasil. O foco serão investimentos de porte médio, na mesma linha de seu mandato para fazer aportes em pequenas e médias empresas. A plataforma da H.I.G. dedicada ao mercado imobiliário investe nos Estados Unidos e Europa desde 2007. Em média, os investimentos variam entre US$ 5 milhões e US$ 50 milhões. No Brasil, os aportes devem ficar na mesma faixa das operações no exterior, de R$ 15 milhões a R$ 150 milhões, disse ao Valor, o presidente da H.I.G. Brasil e América Latina, Fernando Marques Oliveira. 20/03/2017
  • Fundos miram ativos de energia eólica no Brasil, diz associação. A presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica disse que a crise tem movimentado fusões e aquisições de empreendimentos já em operação Energia eólica: “Os fundos e essas empresas estão todos em uma posição de querer comprar, de ver oportunidade. Todos estão olhando. Em 2016 ficou no ensaio, e agora em 2017 estou sentindo uma efetivação (dos negócios)” Diversos fundos de investimento têm buscado ativos para aquisição em energia eólica no Brasil mesmo em um momento em que a long 

    a crise econômica do país começa a afetar o setor, que viu no final do ano passado um leilão que contrataria novos projetos ser repentinamente cancelado em meio a uma queda na demanda por eletricidade.20/03/2017

  • BB Seguridade investe no BR Startups. A BB Seguridade, holding que reúne os negócios de seguros, previdência, capitalização e planos odontológicos do Banco do Brasil, vai investir no Fundo BR Startups, criado pela Microsoft Participações e gerido pela MSW CAPITAL. Com o investimento, a BB Seguridade passa a ser o investidor-âncora de Insurtechs, segmento que procura desenvolver a cultura da inovação para a área de seguros. O grupo abriu uma seleção para investimento em startups do segmento de seguros e serviços. Os temas de interesse são produtos de seguridade, marketing e experiência do usuário, educação financeira e planejamento pessoal, big data e analytics, internet das coisas, infraestrutura, sistemas, plataformas e inteligência artificial. 20/03/2017

IPO/OPA

 

  • Turma do bilhão. Credit Suisse, Bradesco BBI, Itaú BBA, BTG Pactual e Santander foram contratados para coordenarem a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da companhia de TI Tivit, que poderá alcançar até R$ 2 bilhões. A operação está planejada para acontecer no segundo semestre. Entre os acionistas da Tivit está o fundo de private equity Apax.  23/03/2017
  • Rumo à bolsa. O fundo Tarpon, maior acionista da empresa de energia renovável Omega, decidiu abrir o capital da empresa. BTG Pactual, Bank of America Merrill Lynch, Itaú, Bradesco, Santander e XP foram contratados para coordenar o processo, que deverá levantar 1 bilhão de reais e está programado para 20 de junho. 23/03/2017

RELAÇÃO DAS TRANSAÇÕES

  • Startup criadora do Cata Moeda recebe investimento de R$ 5 milhões. Após ampliar o faturamento em 6.000% em dois anos, desenvolver o portfólio de produtos e iniciar a operação nos Estados Unidos, a startup Cata Company, com sede em Florianópolis (SC), anuncia o investimento de R$ 5 milhões feito pelo Fundo Sul Inovação. Esse primeiro aporte do fundo de investimento será utilizado para o lançamento de dois novos produtos ainda neste ano, escalar a equipe (especialmente na área P&D, vendas e suporte técnico) e acelerar expansão internacional da empresa. 23/03/2017
  • Gigliotti adquire Zaia Corretora de Seguros. A Gigliotti Seguros adquiriu a Zaia Corretora de Seguros, de Rio Claro com filial em Cordeirópolis. Com a nova aquisição, a Gigliotti passa a ter 19 unidades no estado de São Paulo. Com mix de 60% no ramo de pessoas, a Zaia Seguros se coloca no mercado como uma das mais respeitadas no ramo, com uma equipe de profissionais voltada ao bem-estar social e atendimento aos segurados. Com uma equipe de 68 colaboradores, a corretora tem características um pouco diferente das demais. 22/03/2017
  • Paulista Alliar compra companhia de diagnósticos capixaba Multiscan. O Centro de Imagem Diagnósticos, empresa que atua sob o nome Alliar, anunciou nesta quinta-feira (23) a aquisição de 100% do capital social da companhia Radiologistas Associados, que opera sob a marca Multiscan Imagem e Diagnóstico. O contrato para compra foi assinado ontem pela Alliar em conjunto com sua subsidiária Centro de Diagnósticos por Imagem (CDI). A Multiscan foi avaliada em R$ 104 milhões…  23/03/2017
  • Grupo BMG compra fatia em companhia focada em ‘startup’. A família de banqueiros Pentagna Guimarães, dona do banco BMG, de Minas Gerais, adquiriu uma fatia da Bossa Nova Investimentos, empresa sediada em São Paulo e especializada em investir em “startups”. A operação pretende multiplicar o tamanho da Bossa Nova, que tem hoje cerca de 150 startups de diversos setores em sua carteira. O plano é chegar a mil dentro de três anos. A aquisiçã
  • o foi feita pelo Grupo BMG, que reúne uma variedade de negócios não-financeiros da família, entre eles fazendas, câmaras frias, fabricação de torres de alta tensão e energia eólica. As empresas não divulgaram o valor da aquisição nem o tamanho da fatia. Mas o acordo prevê investimento do Grupo BMG de R$ 100 milhões pelos próximos três anos. “Queremos chegar a ter mil startups”, disse Eduardo Dominicale, vice-presidente do Grupo BMG. João Kepler, um dos sócios da Bossa Nova, diz que a ideia é encerrar este ano já com 200 startups investidas e alcançar as esperadas mil em 2020. A Bossa Nova investe em companhias que já estejam faturando, embora ainda em fase de desenvolvimento, e que são dedicadas a soluções para outras empresas. A companhia, segundo Kepler, está dedicada a aportar recursos entre R$ 100 mil e R$ 800 mil.  23/03/2017
  • Consórcio Porto Santarém arremata as duas áreas; outorga total foi de R$ 68,2 mi. O Consórcio Porto Santarém, composto por Petróleo Sabba (joint-venture entre Raízen e IB Sabba) e Petrobras Distribuidora S/A, foi o grande vencedor do leilão das áreas STM04 e STM05, no Porto de Santarém (PA), arrematando ambos os terminais – a outorga total a ser paga pelos dois ativos soma R$ 68,2 milhões. Para o STM04, o consórcio ofereceu uma outorga de R$ 18,2 milhões, vencendo outros dois competidores na disputa: a Aba Infraestrutura e Logística, que ofereceu R$ 18 milhões, e a Distribuidora Equador, cuja outorga foi de R$ 15,4 milhões – a Equador é a atual administradora da área. Já para o STM05, o Consórcio Porto Santarém foi o único a oferecer proposta, de R$ 50,005 milhões – o ativo já é administrado pela Petróleo Sabba. Ao todo, 25% da outorga oferecida, ou R$ 17,05 milhões, deverá ser paga no ato ao governo Federal, com o restante sendo desembolsado ao longo de cinco parcelas anuais.23/03/2017
  • Workana tem novo aporte de R$ 8 milhões. A Workana, plataforma de trabalho freelance com atuação em toda a América Latina, recebeu mais uma rodada de investimento de R$ 8 milhões realizada pelo grupo Seek e acionistas existentes. Com a quantia, a Workana pretende manter o ritmo de crescimento que apresentou em 2016, investindo principalmente na área de marketing. Há um ano, o Seek, que é acionista de empresas com o Brazil Online Holdings, controladora da Catho no Brasil e da OCC no México, já havia realizado a primeira rodada do investimento na empresa, com o mesmo valor. 22/03/2017
  • Justiça decreta venda da empresa Busscar, de Joinville. Agora é definitivo. A Caio Induscar comprou a Busscar Ônibus, de Joinville, por R$ 67,15 milhões. A fabricante de ônibus de Botucatu, no interior paulista, vai pagar R$ 9,40 milhões à vista, e os restantes R$ 57,74 milhões serão pagos em 52 parcelas, com valores corrigidos monetariamente. O juiz da 5ª vara cível da comarca de Joinville, Walter Santin Junior, homologou o negócio em sentença definitiva assinada nesta terça-feira, dia 21 de março. Sócios da Caio assinam nesta quarta-feira, dia 22, o auto de arrematação em Joinville. 21/03/2017
  • IDwall recebe aporte de R$ 2 milhões. Fundada há apenas 7 meses, a startup IDwall acaba de receber R$ 2 milhões da Monashees, e da Canary em sua segunda rodada de investimento. Lincoln Ando e Raphael Melo, fundadores da startup, trabalharam juntos na fundação do Banco Original antes de criarem a startup. O objetivo da empresa é evitar fraudes com documentação falsa utilizada em cadastros e abertura de contas. “A espera para o uso da plataforma on-line de dados da IDwall já ultrapassa cerca de 100 empresas”, afirma Ando. 21/03/2017
  • Altice compra Teads, da área de anúncios online e atuante no Brasil. O grupo francês Altice N.V. anunciou nesta terça-feira que firmou acordo para adquirir a Teads, empresa que possui um sistema de tecnologia para publicação de vídeos publicitários que são intercalados em conteúdos de editoras online. A aquisição posiciona a Teads com um valor de mercado de até 285 milhões de euros (US$ 306,1 milhões)… 21/03/2017
  • K&G tem fusão com Doxa Advisers. A K&G Sistemas, consultoria de vendas com foco em automação, CRM, treinamento, coaching, tecnologia e processos, acaba de realizar uma fusão com a Doxa Advisers, que atua nas áreas de planejamento estratégico, novas tecnologias, gestão de projetos, análise de risco e verificação de qualidade de projetos. Parceiras há um ano, as empresas desenvolveram um modelo de consultoria em nuvem focado em PMEs. O “Medida Certa” atua nas seguintes linhas de serviços: estruturais (transformação digital, IoT, cloud computing, governança e cyber security), recursos humanos (recrutamento, seleção, capacitação e treinamento), conjunturais (conceitos regulatórios, tributários, financeiros e contábeis) e cadeia de valor (estratégias para alterar e melhorar processos internos).21/03/2017
  • Webedia adquire o portal de saúde Minha Vida. Games, Cinema, Culinária, Glamour e agora, Saúde. O Minha Vida, o maior site dedicado à saúde, alimentação, beleza, fitness e bem-estar da América Latina, é o mais novo integrante do portfólio de verticais da Webedia, multinacional francesa de mídia digital. A aquisição foi de 100% do site Minha Vida; os demais negócios se mantém com a B2U, empresa também controladora do Dieta e Saúde e Tecnonutri, aplicativos líderes em alimentação saudável na América Latina.20/03/2017
  • Atento compra controle da Interlife, gestora de documentos e cobranças A Atento, maior empresa de call center da América Latina em funcionários contratados, anun 

    ciou acordo para compra do controle acionário da Interlife, especializada em serviços terceirizados para instituições financeiras, como gestão de documentos e cobrança … 21/03/2017

  • Gestora de recursos da Vinci Partners passa a deter 10% da CEB. Gestora disse que atingiu a participação na companhia por meio de compras de ações ao longo de 2017 por fundos por ela geridos. A gestora de recursos Vinci Equities, da Vinci Partners, alcançou uma participação de 10,19 por cento no capital da elétrica Companhia Energética de Brasília (CEB), responsável pela distribuição de energia na capital e com ativos em geração, segundo comunicado da empresa nesta terça-feira.21/02/2017
  • Locamerica compra rival Auto Ricci e cria locadora de R$ 1,1 bilhão. A Locamerica, locadora de veículos especializada em gestão de frotas, anunciou nesta segunda-feira (20) a compra da rival Auto Ricci, negócio que cria uma companhia com faturamento combinado de R$ 1,126 bilhão ao ano e 43 mil veículos… A Locamerica está adquirindo 33,7% as ações da Ricci por R$ 53,9 milhões, em uma operação cujo valor de mercado da Ricci foi avaliado em 9,4 vezes o lucro líquido ajustado dos últimos 12 meses encerrados em dezembro de 2016. 20/03/2017
  • Direct Talk e Seekr anunciam fusão com aporte de fundo CVentures. Empresas brasileiras de tecnologia tem como objetivo atingir 100 milhões de reais nos próximos cinco anos após a fusão. Atualmente, a Direct Talk e a Seekr têm faturamento de 30 milhões de reais por ano. As empresas brasileiras de tecnologia voltadas a atendimento e monitoramento de consumidores Direct Talk e Seekr anunciaram fusão que deve elevar o faturamento conjunto em mais de três vezes nos próximos cinco anos. 20/03/2017

 

 

via Fusões & Aquisições.




Redação Grupo Studio